quinta-feira, 28 de julho de 2011

IV Simpósio de Comunicação da Fapcom acontece em agosto

O evento deste ano vai debater o lugar do ser humano na Cultura Digital 

São Paulo, 28 de julho de 2011 – A Fapcom - Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação, instituição voltada para a Comunicação Social e vinculada a uma das maiores empresas de comunicação multimídia do país, a Editora Paulus, promove o IV Simpósio de Comunicação, de 16 a 18 de agosto de 2011, com o tema: Filosofia e Comunicação: Reflexões Interdisciplinares na Cultura Digital.

A Fapcom, que recebeu recentemente a aprovação de graduação em Filosofia pelo Ministério da Educação, está retomando o simpósio de comunicação, como forma de oferecer à sociedade uma reflexão sobre temas que envolvem a cultura digital, como: A nova Teoria da Comunicação, Ética na Comunicação e O pensar as tecnologias na Cultura Digital, ministrados respectivamente pelos professores Ciro Marcondes Filho, Clóvis de Barros Filho e Rogério da Costa.
 
Padre Valdir José de Castro, jornalista e mestre em comunicação pela Faculdade Cásper Líbero e coordenador do evento deste ano, acredita, junto com a Fapcom, que a comunicação contemporânea, em constante mudança, especialmente com o avanço das mídias digitais, exige uma nova reflexão no âmbito cultural e ético. “Com este simpósio, queremos fomentar o debate sobre o lugar do ser humano na sociedade midiatizada e marcada pelos valores mercadológicos”, explica o professor.
 
O evento é gratuito e as inscrições devem ser feitas até o dia 12 de agosto de 2011, pelo site www.fapcom.com.br/simposio. Haverá emissão certificados, mediante comprovação de participação, por meio de assinatura de lista de presença.
 
Serviços
Data: 16 a 18 de agosto
Horário: 19h30
Local: Rua Major Maragliano, 191 – Vila Mariana
Número de vagas: 470 por dia
Inscrições pelo site www.fapcom.com.br/simposio até o dia 12 de agosto de 2011
Contato: 0800 709 8707

Evento gratuito. Haverá certificado, mediante comprovação por assinatura em lista de presença.

Programação do IV Simpósio de Comunicação Fapcom
 
16 de agosto - 
A nova Teoria da Comunicação
Qual é a qualidade da comunicação que praticamos hoje? Que novas formas de socialidade estão sendo engendradas pela internet? Quais os avanços e quais as preocupações com os usos políticos das redes sociais?
 
Prof. Ciro Marcondes Filho - Sociólogo e jornalista pela USP, mestre pela FFLCH-USP, doutor pela Universidade de Frankfurt (RFA), pós-doutor pela Universidade Stendhal de Grenoble (França), titular da Cátedra Unesco de Divulgação Científica no Brasil, professor titular da Escola de Comunicações e Artes da USP. É autor da Paulus Editora.
 
17 de agosto - 
A Ética na Comunicação
Por que a ética é importante? Qual a relação entre a ética e a comunicação? A comunicação impacta a sociedade? 
 
Prof. Clóvis de Barros Filho - Graduado em Direito pela Universidade de São Paulo (1986) e em Jornalismo pela Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero (1985), mestre em Science Politique - Universite de Paris III (Sorbonne-Nouvelle) (1990) e doutor em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (2002). Atualmente é RTC da Universidade de São Paulo e conferencista pelo Espaço Ética. É autor da Paulus Editora.
 
18 de agosto - 
Pensar as tecnologias na Cultura Digital 
De que forma as novas tecnologias e as redes sociais retratam um avanço na complexidade do capitalismo contemporâneo? Como as redes sociais podem significar, ao mesmo tempo, uma nova forma de organização política e social? Quais novas etapas pode-se esperar na evolução das redes sociais?
 
Prof. Rogério da Costa - Assistente Doutor no Programa de pós-graduação em Comunicação e Semiótica da PUCSP. Formado em Engenharia de Sistemas e Computação na UERJ, mestre em Filosofia pela USP e doutor em Filosofia pela Universidade de Paris IV - Sorbonne. Publicou o livro Cultura Digital pela Publifolha, 3a ed. 2008. Coordenador do LInC - Laboratório de Inteligência Coletiva da PUCSP.
 
Sobre a FAPCOM
Fundada em outubro de 2005, a Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação é uma instituição voltada para a Comunicação Social e faz parte de uma das maiores empresas de comunicação multimídia do país, a Editora Paulus. A FAPCOM oferece graduação com habilitações em Jornalismo, Rádio e Televisão, Publicidade e Propaganda e Relações Públicas, além do curso livre da Melhor Idade, para Terceira Idade. A Faculdade une a reflexão humanística às novas tecnologias, buscando conhecer e aprofundar a cultura da comunicação e formando profissionais que se destaquem no mercado. Em 2012, a Fapcom vai lançar a graduação de Filosofia e Pós-graduação em Comunicação Social.
 
Para outras informações, acesse o site: www.fapcom.com.br

quarta-feira, 27 de julho de 2011

2º DIA DO TORCEDOR SANTISTA TERÁ JOGO NA VILA BELMIRO, UNIFORMES, PRELEÇÃO, COLETIVA E SORTEIO DE PACOTE PARA O MUNDIAL DO JAPÃO


Evento ocorre no dia 31 de julho. Pacotes estão à venda no site www.joguenavila.com.br  

O Santos Futebol Clube, em parceria com a Santos FC Tour, agência oficial de viagens do Alvinegro Praiano, realiza no próximo dia 31 de julho a 2ª edição do Dia do Torcedor Santista. 

Trata-se de um pacote que vai proporcionar aos alvinegros uma oportunidade única e inesquecível: a chance de jogar uma partida na lendária Vila Belmiro, devidamente uniformizados – com camisa oficial, calções e meiões da Umbro – e passando por todos os rituais de um verdadeiro craque do Peixe.

Além de desfilar seu talento em campo, o torcedor vai se preparar no vestiário principal do “Alçapão”, assistirá a uma preleção comandada por dois craques históricos do Santos e, após subir para o gramado ao som do hino do clube, ainda se perfilará para a execução do Hino Nacional. Ao final da partida – que terá 30 minutos de duração, com arbitragem de juízes da Federação Paulista de Futebol –, ainda concederá entrevista na sala de imprensa do estádio.

A participação de cada santista no Dia do Torcedor será devidamente registrada com uma lembrança fotográfica e uma camisa comemorativa do evento. E se tornará ainda mais memorável para um deles, pois a Santos FC Tour vai sortear entre todos os participantes um pacote turístico do Mundial Interclubes do Japão.

Os pacotes do Dia Torcedor já estão à venda no site http://www.joguenavila.com.br e custam R$ 990. Associados do Santos tem desconto e pagam R$ 890. Os valores podem ser parcelados em até três vezes sem juros ou em até 12 vezes, com juros. Mais informações pelos telefones (13) 4062-9446 ou (11) 3813-3231 ou pelo e-mail santos@futeboltour.com.br.

Santos FC Tour
A agência oficial de viagens do Santos Futebol Clube - www.santosfctour.com.br -, foi criada para facilitar o acesso da torcida santista aos jogos na Vila Belmiro e em São Paulo, além de oferecer a incrível experiência de assistir a partidas do Santos como visitante, dentro ou fora do Brasil. Atualmente, está comercializando também 21 opções de pacotes para o Mundial Interclubes no Japão, por meio do site: www.santosnojapao.com.br.

É operada em parceria com a Futebol Tour, agência de viagens e eventos especializada em futebol. Em qualquer ocasião, tem como objetivo tornar a partida de futebol uma experiência divertida e memorável para todos. Foi responsável pelo primeiro tour guiado em estádios de futebol em São Paulo e pioneira na organização e realização do Dia do Torcedor nas instalações esportivas dos maiores clubes do Brasil. Mais informações pelo site www.futeboltour.com.br.

VI ENCONTRO ESTADUAL DE SERVIÇO SOCIAL E EDUCAÇÃO - 5 de agosto - Rio de Janeiro

Organizado pelo CRESS-RJ e pela Faculdade de Serviço Social da UERJ, será realizado no próximo dia 5 de agosto,  de 9h às 17h30, no Auditório 91, Bloco F, da UERJ, o VI Encontro Estadual de Serviço Social e Educação.
Inscrições  no dia e local do evento.
No período da manhã será realizada a mesa

"Gestão Democrática e Participação em Fóruns da Educação", que terá entre seus palestrantes:
Profª. Dra. Deise Gonçalves Nunes – FSS/UFF
Prof. Dr. Frederico José Falcão – ANDES – SN/CTUR – UFFRJ
Profª. Me. Jurema Alves Pereira – UCB - Assistente Social da FASSO/UERJ – Integrante da Comissão de Educação/CRESS.

Na parte da tarde,
após a apresentação cultural dos alunos do C.E. Guadalajara, os participantes do Encontro se dividirão em subgrupos com o objetivo de discutir o trabalho do assistente social nas diversas áreas do campo da educação, a partir do documento elaborado pelo Grupo de Trabalho Nacional de Educação do conjunto CFESS-CRESS.
Documento para discussão nos subgruposhttp://www.cressrj.org.br/download/arquivos/6encontrosevieduca_2011_1_.pdf

Dobradinha de ouro no vôlei foi resultado de trabalho da equipe e apoio da torcida

Jogadores das seleções feminina e masculina de vôlei do Brasil declaram que preparo brasileiro é mais adequado para competições longas, e que a torcida foi essencial para as vitórias brasileiras.


AJEsportes – As últimas partidas do vôlei militar – masculino e feminino – foram vitórias ressonantes das equipes brasileiras sobre as chinesas. O time feminino derrotou as adversárias por três sets a um, enquanto os rapazes venceram os chineses por três sets a zero.

A levantadora Ana Porto declarou que o trabalho em equipe foi decisivo "porque o ataque chinês era muito bem coordenado. Nosso time conseguiu responder bem, após o primeiro set, que não foi tão bom, mas o técnico conseguiu perceber as fraquezas do saque chinês e nos posicionar da melhor forma para vencê-los”.

A jogadora também destacou o papel do técnico Hélio Griner: “ele fez parte das boas mudanças que estão ocorrendo em nosso time. A vitória é dele e de todas. Aqui, todo o conjunto é muito bom, nenhuma estrela brilha sozinha, mas ele tem sua contribuição”.

A libero Veridiana da Fonseca confessou: “até o jogo de quinta, não conhecíamos de verdade o time chinês. A vitória, naquele momento, foi o começo. A China mostrou que tem muitas jogadas, mas o Hélio passou bastante segurança, e nos ajudou”.

O jogador da equipe masculina Douglas Cordeiro falou sobre a importância da torcida nos últimos jogos: “ela foi determinante, decisiva. Ajudou bastante. Além disso, os chineses já estavam um pouco desmoralizados, cansados. Percebemos que eles não conseguem se manter com o mesmo desempenho nas competições mais longas, com mais dias de duração. É bem cansativo, e acho que isso nos ajudou. O Brasil tem uma tradição de resistência, nesse sentido. Nosso preparo foi melhor, eu acho”.

Sobre a torcida brasileira, a repórter da agência oficial de notícias chinesa Xinhua Jun Zhao comentou, em entrevista exclusiva à Ajesportes: “a multidão aqui é muito forte, a torcida não para um minuto sequer. Os brasileiros torcem quase como loucos. Cada torcedor faz o máximo a cada ponto, isso acaba com a confiança da equipe adversária, literalmente ‘destrói’ os oponentes, derruba sua moral”.

Acesse as fotos no site da AJEsportes: http://www.ajesportes.uerj.br/.

Agência Notisa (science journalism – jornalismo científico)

Blog da Revista Virtual Partes: O ESPELHO DE ALICE

Blog da Revista Virtual Partes: O ESPELHO DE ALICE: "FÁBULA SENIL: A MATURIDADE DO ENVELHECIMENTO Era um sujeito orgulhoso. Nariz arrebitado. Nunca olhava para os lados ou para baixo. Não fa..."

O ESPELHO DE ALICE



FÁBULA SENIL: A MATURIDADE DO ENVELHECIMENTO

Era um sujeito orgulhoso. Nariz arrebitado. Nunca olhava para os lados
ou para baixo. Não falava com qualquer um. Não era qualquer um.

Sujeito privilegiado. Nasceu rico. Tinha tudo o que queria: carros,
roupas de marcas e as mais lindas mulheres aos seus pés.

Mas, a vida, sábia, tenta nos ensinar de qualquer jeito.

Primeiro, teve que amputar os pés. Pensou: e daí? Para aonde preciso
ir?

Depois foram amputadas as suas mãos. Pensou: Sim, e daí? Para quem
preciso acenar?

Depois, sucessivamente, foram amputados seus braços, pernas, tronco,
olhos, boca, ouvidos, dentes e cabelos. No fim só sobrou o nariz
arrebitado.

Insistente a vida lhe amputou a fortuna, o nome e o paradeiro.

Mas, aí já não pensava mais nada e seu nariz foi finalmente comido
pelos vermes.

Em seu velório, nos discursos, foram realçadas as virtudes do seu
nariz, a sua altivez.

Parece que apenas o verme aprendeu uma lição: quem tem fome precisa
comer. Comeu.

E, a vida vencida morre com o sujeito, mas insiste em viver no verme,
um nariz sem pés rastejando pela vida, sem orgulho, com o único
propósito de se erguer, se tornar homem.

Hideraldo Montenegro

leia o livro de contos O ESPELHO DE ALICE:
http://www.agbook.com.br/book/47473--O_ESPELHO_DE_ALICE

terça-feira, 26 de julho de 2011

ARTE NOS TEMPOS DO CAFÉ

A Samaritana
A Semeadura
ESTRÉIA/EXPOSIÇÃO NO PALÁCIO DOS BANDEIRANTES 

Arte nos Tempos do Café é a exposição que será apresentada no Palácio dos Bandeirantes de 02 de agosto a 20 de novembro. Promovida pelo Acervo Artístico-Cultural dos Palácios do Governo – órgão vinculado à Casa Civil –, exibe obras do modernismo, fotos antigas da Capital, objetos que refletem a época áurea da economia do café na história do Estado de São Paulo e suas conseqüências nas artes plásticas do Brasil e no Movimento Modernista em especial. Os visitantes também poderão contemplar diversos pés de café que enfeitam o grande jardim que circunda a sede do governo. 
A mostra reúne pinturas, móveis, louçaria e objetos artísticos do Acervo dos Palácios e de outras instituições paulistas como Museu da Casa Brasileira, Pinacoteca do Estado de São Paulo e Museu Paulista. Estarão expostas peças de Di Cavalcanti, Anita Malfatti, Victor Brecheret,  Lasar Segal, Oswaldo Goeldi e John Graz, além de ícones do Modernismo brasileiro, como Religião brasileira, de Tarsila do Amaral; Semeadura, de Clóvis Graciano; e a escultura  Cabeça de Mário de Andrade, de Bruno Giorgi. 
Com curadoria de Ana Cristina Carvalho e consultoria da especialista Cândida de Arruda Botelho, a mostra apresenta uma narrativa que permite uma visita ao Império do final do século XIX e evoca a efervescência econômica vivida na capital paulista no início do século XX. 
 Para a curadora, o percurso propõe a reflexão de temas que pontuaram as relações entre artistas brasileiros e imigrantes, o contexto arquitetônico da cidade de São Paulo e a ascensão social e econômica da época, por meio de obras que acompanharam as mudanças estéticas das artes nesse período que transformou São Paulo. 
Palácio dos Bandeirantes 
Avenida Morumbi, 4.500 – Portão 2 
Informações: 2193.8282 – monitoria@sp.gov.br 
Agendamento eletrônico: www.acervo.sp.gov.br 
Aberto ao público das 10 às 17 horas, de terça a domingo. 

Grátis. 

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Notícias, artigos e discussão sócioambiental: Direito às Ciclovias

Notícias, artigos e discussão sócioambiental: Direito às Ciclovias: "Heloísa Helena* Quem vivencia as cidades brasileiras - vivendo no sentido intenso da palavra, sem se acomodar apenas com sua vidi..."

Mutações – Elogio à Preguiça

PREGUIÇA EM DISCUSSÃO

Serão abertas nesta terça-feira, 26 de julho, as inscrições para a quinta edição do ciclo de palestras Mutações, idealizado e organizado pelo jornalista e professorAdauto Novaes, que acontece no SESC Vila Mariana, entre os dias 11 de agosto e 7 de outubro – e simultaneamente em BrasíliaBelo Horizonte e no Rio de Janeiro.  O tema escolhido para este ano é “Mutações – Elogio à Preguiça”.

As inscrições podem ser feitas no portal www.sescsp.org.br  ou nas unidades do SESC em São Paulo.

O evento vai reunir importantes pensadores brasileiros e franceses para discussões e reflexões a respeito do tema, sob as perspectivas do tempo, do trabalho e do progresso.

Entre os convidados nacionais estão nomes como os filósofos Vladimir Safatle (A Paixão do Negativo: Lacan e a Dialética e José Raimundo Maia Neto (O Ceticismo na Obra de Machado de Assis)o sociólogo Francisco de Oliveira (Elegia para uma religião, O elo perdido), o compositor e poeta Antonio Cicero (O mundo desde o fim, Guardar) e o músico e ensaísta José Miguel Wisnik (O Nacional e o Popular na Cultura Brasileira)

Já a lista internacional conta com o filósofo e especialista em Michael Foucault,Frédéric Gros, sociólogo e criador da sociologia clínica Eugène Enriquez (Da Horda ao Estado, Figuras do Poder), o engenheiro e epistemólogo Jean-Pierre Dupuy e o filósofoFrancis Wolff (A crise da razão, Muito além do espetáculo).

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Natação tem sua melhor participação nos Jogos Mundiais Militares do Rio

Para Luiz Lima, padrinho da competição, o resultado já era esperado pelo trabalho que foi desenvolvido.
Pamella M Lima
AJEsportes – A natação brasileira encerrou sua participação nos Jogos Mundiais Militares com 30 medalhas conquistadas: dez de ouro, 12 de prata e oito de bronze. Antes, o melhor desempenho do país tinha sido em Zagreb, Croácia, em 1999, quando conseguiu um ouro, quatro pratas e três bronzes. O primeiro lugar geral da natação ficou com a China, com 18 medalhas de ouro. Ao todo, o país conquistou 37 medalhas, incluindo oito de prata e 11 de bronze.
Destaque da equipe brasileira, o sargento Gabriel Mangabeira foi o recordista da competição com seis medalhas: cinco de ouro (100m borboleta, 100m costas, 4x100m medley, 50m borboleta e 50m costas) e uma de prata (4x100m livre).
"Foi um campeonato excelente, acima das minhas expectativas. Eu consegui melhorar o meu tempo e atingir novas marcas. Participar dos Jogos Militares me deu ânimo para o Pan-Americano e os Jogos Olímpicos”, disse Mangabeira.
Destaque também para os sargentos Tales Cerdeira, Fernando Silva e Diogo Yabe, cada um com dois ouros e uma prata. No feminino, Fabíola Molina foi a melhor nos 100m costas, e prata nos 200m costa, nos 50m costas e 50m borboleta, além de prata no revezamento 4x100m livre. Outro bom resultado foi de Dandara Antônio, bronze nos 100m borboleta com o tempo 59s65, um recorde pessoal da nadadora.
Padrinho da competição, o ex-nadador Luiz Lima disse não estar surpreso com o desempenho dos atletas brasileiros na piscina do Parque Aquático Maria Lenk, na Barra da Tijuca.
"O desempenho está sendo muito bom em razão da ótima escolha dos atletas, do projeto de seleção que foi feito e dos próprios atletas acreditarem no evento. O nível está muito forte. A China sempre teve uma tradição militar muito forte de pegar grandes esportistas. Se não fosse o mundial de Xangai, a força seria ainda maior. A natação brasileira é uma das melhores do mundo, então para mim não é uma surpresa esse resultado".
A partir da experiência dos Jogos Militares, Luiz Lima também se diz otimista com a capacidade da realização de eventos de grande porte do Brasil.
"O Brasil hoje é um dos melhores países em crescimento econômico e esportivo. É o primeiro evento que envolve todas as nações, é maior do que o Pan-Americano e o que foi feito até agora está sendo sensacional. É claro que a gente sempre tem que melhorar, mas temos mais cinco anos para nos preparar para a Olimpíada", diz o ex-atleta.
Acesse as fotos no site da AJEsportes: http://www.ajesportes.uerj.br/.  
Agência Notisa (science journalism – jornalismo científico)
 

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Equipe brasileira masculina lidera competição de pentatlo naval nos Jogos Militares

18/07/2011 - 13h50

Vitor Abdala
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro - A equipe masculina brasileira venceu hoje (18) a prova de obstáculos e terminou o primeiro dia de competições do pentatlo naval em primeiro lugar. Entre as 11 seleções que disputam a modalidade, o Brasil soma 4,7 mil pontos; à frente da Polônia, com 4.674 pontos, e da Alemanha, com 4.659.
A prova de obstáculos é a primeira das cinco disputadas no pentatlo naval, que tem como vencedor aquele que somar mais pontos em todas as provas. No feminino, o Brasil está em segundo lugar entre oito equipes, com 2.286 pontos. Liderando o pentatlo naval feminino, aparece a Noruega, com 2.308 pontos. A Finlândia está em terceiro com 2.257 pontos.
Na competição individual feminina, a brasileira Simone Lima está em terceiro lugar. Jessica Lessa e Manuella Correa estão na quarta e sexta colocações, respectivamente. Entre os homens, Carlos Lourenço ocupa a terceira posição, seguido de Max Santos, na quarta colocação, e Alex Santana, na sexta.
Amanhã (19), ocorrem as provas de natação de salvamento e de natação de utilidade. Na quarta-feira (20), é a vez da habilidade naval. A competição se encerra na quinta-feira (21), com a prova de cross-countryanfíbio.
Edição: Talita Cavalcante

Sob os olhares das jogadoras e comissão técnica do Brasil, Canadá é goleado pela França


Delegação brasileira de futebol feminino esteve no CIAGA para acompanhar o desempenho das canadenses, próximas adversárias nos Jogos Mundiais Militares.


AJEsportes – Após ser derrotada pelo Brasil na estreia do torneio de futebol feminino dos 5º Jogos Mundiais Militares, a França não encontrou dificuldades para derrotar o Canadá, por 5 a 1, nesta segunda-feira (18), no campo do Centro de Instrução Almirante Graça Aranha (CIAGA), na Zona Norte do Rio de Janeiro.

O destaque ficou por conta da atacante Silvestri. A camisa nove das Bleus marcou três gols, todos ainda no primeiro tempo, e assumiu a artilharia isolada da competição. Granjon e Salma, de pênalti, fizeram os outros tentos da seleção europeia.  As canadenses descontaram com Cummings.

A animada torcida francesa marcou presença nas arquibancadas. Formada por atletas do futebol masculino, ela deu força às suas compatriotas com gritos de guerra e alguns chegaram a levar vuvuzelas, cornetas que ficaram famosas durante a última Copa do Mundo, realizada em 2010, na África do Sul.

As jogadoras e a comissão técnica da Seleção Brasileira também estiveram no CIAGA para analisar a atuação do Canadá, adversário da equipe verde-amarela nesta quarta-feira, às 10h, na Escola de Sargentos do Exército, na Urca.

Segundo o observador técnico Marco Antônio Xavier, as canadenses apresentaram uma qualidade técnica inferior “por causa do cansaço pelo fato de não terem feito período de aclimatação antes dos Jogos”, o que pode favorecer as brasileiras. Além disso, o Primeiro Sargento da Marinha apontou “a lealdade e o jogo técnico” como os pontos positivos da equipe da América do Norte.  

A experiente Maycon, autora de um dos gols da vitória sobre a França, na última sexta-feira, aposta em um bom resultado no próximo compromisso, mas prega respeito. Para a meio-campista, o time “não pode desmerecer o Canadá, já que o Brasil é o time a ser batido no torneio”.

.
 Agência Notisa (science journalism – jornalismo científico)

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Bullying: um problema que começa em casa


Assunto em pauta nos dias de hoje, o bullying é um ato de violência que afeta jovens e crianças no mundo inteiro. No entanto, poucas pessoas associam esse problema ao aos hábitos da família.
“O bullying começa na família, a partir da repetição dos comportamentos vivenciados em casa. Não há um único culpado para a prática do bullying. A escola tem seu papel de zelar por seus alunos enquanto os mesmos se encontram no ambiente escolar, mas jamais será a única responsável pelo controle desta agressão.” explica o psicólogo especialista em Psicoterapia Cognitivo-Comportamental, Fernando Elias José.
Para que a sociedade consiga combater este problema, o papel da família pode ser fundamental, assim como a escola e o empenho da sociedade.
“As questões relacionadas ao bullying estão diretamente ligadas a família e conseqüentemente se estende para vida social das pessoas: na escola, nas relações sociais e futuramente no ambiente de trabalho. Em um primeiro momento observa-se um problema comportamental, mas cabe ressaltar que se o problema persistir poderá se transformar em sérios comprometimentos psicológicos. O comportamento é aprendido e também poderá ser modificado, mas para isso tanto o agressor quanto a vítima precisam de ajuda.” afirma  o especialista.
Fernando Elias José é psicólogo, mestrando em Cognição Humana na PUCRS, especialista em Psicoterapia Cognitivo-Comportamental pela WP Centro de Psicoterapia Cognitivo-Comportamental, com Curso de Extensão em Psicoterapia Cognitiva na UFRGS. Ministra palestras e é membro da Federação Brasileira de Terapias Cognitivas. Há doze anos dedica-se à pesquisa em Ciências Cognitivas e vem trabalhando com preparação para provas e concursos. Realiza também atividades como consultor comportamental em empresas.

terça-feira, 12 de julho de 2011

VIII COLÓQUIO DE PESQUISA SOBRE INSTITUIÇÕES ESCOLARES: PEDAGOGIAS ALTERNATIVAS.

09, 10 e 11 de novembro de 2011



O Colóquio de Pesquisa sobre Instituições Escolares é um evento do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Nove de Julho (PPGE- Uninove), que tem por finalidade permitir a divulgação e o intercâmbio dos resultados dos estudos e pesquisas em educação, nacionais e estrangeiras, mormente os desenvolvidos por discentes e docentes de programas de pós-graduação que têm como tema central as instituições escolares.


Local : Centro de Pós-Graduação da Universidade Nove de Julho - UNINOVE, localizado à Avenida Francisco Matarazzo, nº 612 (em frente ao Parque da Água Branca e próximo à estação Barra Funda do Metrô), cidade de São Paulo – SP.


Público alvo : Pesquisadores e alunos de pós-graduação em Educação, Educadores em geral e público interno e externo da Instituição.



Contato: coloquio@uninove.br

COMISSÕES:

Comissão Organizadora:

José Eustáquio Romão (Presidente)

Antonio Joaquim Severino

Carlos Bauer de Souza

Ester Buffa

Jose Rubens Lima Jardilino

Marcos Antonio Lorieri

Maria da Glória Gohn

Maria Dilnéia Espíndola Fernandes

Paolo Nosella

Rosemary Roggero





Comissão Científica:

Antonio Joaquim Severino

Carlos Bauer de Souza

Cleide Rita Silvério de Almeida

Ester Buffa

Ivanise Monfredini

Jose Rubens Lima Jardilino

Marcos Antonio Lorieri

Maria da Glória Gohn

Maria Dilnéia Espíndola Fernandes

Marisa Bittar

Paolo Nosella

Rosemary Roggero

Thérèse Hamel

Amarilio Ferreira





INSCRIÇÕES E CHAMADA DE TRABALHOS.



Estão abertas as inscrições para a participação no VIII COLÓQUIO DE PESQUISA SOBRE INSTITUIÇÕES ESCOLARES: PEDAGOGIAS ALTERNATIVAS.



Há três modalidades de participação: como ouvintes, com apresentação de comunicação e com apresentação de pôsteres, obedecidas as normas do Regimento do Evento.



Prazos para inscrições: ouvintes até o primeiro dia do evento; com apresentação de comunicação e pôsteres até o dia 25 de setembro de 2011 (apenas resumos).

As inscrições são gratuitas e serão efetivadas, por ora, através do e-mail coloquio@uninove.br e no local do evento, no caso de participantes ouvintes através do preenchimento da Ficha de Inscrição abaixo:



Ficha de Inscrição

( ) Ouvinte.

( ) Apresentação de trabalho

Título do trabalho:

__________________________________________________________________________________________________________________________________________

Modalidade: Comunicação ( ) Pôster ( )

Áreas Temáticas:

1. ( ) Arquitetura Escolar

2. ( ) Cultura e educação

3. ( ) EAD e Tecnologias em Educação

4. ( ) Educação e movimentos sociais

5. ( ) Educação Não Formal

6. ( ) Filosofia e história da educação

7. ( ) Instituições escolares

8. ( ) Linguagens e Pensamento em Educação

9. ( ) Modelos Pedagógicos Diferenciados

10. ( ) Pedagogia da Alternância

11. ( ) Pedagogias Diferenciadas na Formação de Professores

12. ( ) Propostas e perspectivas do Associativismo e Sindicalismo dos Trabalhadores da Educação

13. ( ) Pedagogias do Campo

14. ( ) Pedagogia do Tempo Integral

15. ( ) Pedagogia Hospitalar

16. ( ) Políticas Públicas

17. ( ) Práticas Pedagógicas Alternativas



Nome do(s) autor (es):

_____________________________________________________________________Instituição (nome completo):

_______________________________________________________

Sigla da Instituição: _________________

Informações sobre o autor principal:

Docente ( ) Discente ( ) Mestrado ( ) Doutorado ( )

Endereço completo para correspondência:

__________________________________________________________________________________________________________________________________________

Telefone: ____________________________

E-mail: __________________________





NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS.




Os trabalhos, comunicações e pôsteres, deverão ater-se ao tema e aos eixos temáticos do Colóquio.



Tema: Instituições Escolares: Pedagogias Alternativas.



Eixos temáticos:

1. Arquitetura Escolar: Organização do Espaço e Desafios Pedagógicos.

2. Cultura e educação.

3. EAD e Tecnologias em Educação.

4. Educação e movimentos sociais.

5. Educação Não Formal.

6. Filosofia e história da educação.

7. Instituições escolares.

8. Linguagens e Pensamento em Educação.

9. Modelos Pedagógicos Diferenciados.

10. Pedagogia da Alternância.

11. Pedagogias Diferenciadas na Formação de Professores.

12. Pedagogia do Associativismo e Sindicalismo dos Trabalhadores da Educação.

13. Pedagogias do Campo.

14. Pedagogia do Tempo Integral.

15. Pedagogia Hospitalar.

16. Políticas Públicas.

17. Práticas Pedagógicas Alternativas.

Normas para os resumos:

a) título em negrito, fonte Times New Roman 12, alinhamento à esquerda, espaço de entrelinhas de 1,5; margens superior, inferior, esquerda e direita de 3 cm ;

b) autor(es) - duas linhas após o título, último sobrenome em maiúsculas, nome em minúsculas, titulação ou graduação, identificação da instituição, unidade da Federação e e-mail;

c) texto - duas linhas após a identificação de autor(es), em parágrafo único, contendo entre 1.500 e 1.700 caracteres com espaço, alinhamento justificado, Word, fonte Times New Roman 12, espaço de entrelinhas de 1,5.

Normas para o trabalho completo.
Os textos das comunicações obedecerão às seguintes normas:

I – Resumo

II – Trabalho Completo

a) título em negrito, fonte Times New Roman 12, alinhamento centralizado, espaço de entrelinhas de 1,5, margens superior, inferior, esquerda e direita de 3 cm ;

b) autor(es) - duas linhas após o título, último sobrenome em maiúsculas, nome em minúsculas, titulação ou graduação, identificação da instituição, unidade de federação e e-mail.

c) texto - duas linhas após a identificação de autor(es), de até 30.000 caracteres com espaço, incluindo bibliografia.

d) obediência às normas da American Psychological Association (APA), para os estrangeiros, e da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), para os brasileiros;



Normas para Pôsteres.


Os pôsteres, que poderão conter textos, quadros, tabelas, gráficos e ilustrações, serão organizados de acordo com as seguintes especificações:

a) dimensões - 100 x 90cm;

b) título em letras maiúsculas, visíveis a 2(dois) metros de distância;

c) nome do(s) autor(es) e da instituição a que se vincula a pesquisa em foco, logo abaixo do título;

e) registro do apoio institucional, quando houver;

f) descrição concisa do trabalho, sempre com letras, quadros, tabelas, gráficos e figuras suficientemente grandes para permitir a leitura a uma distância de, aproximadamente, 1 (um) metro, contendo objeto, universo, referencial teórico, conclusões e bibliografia.

Os pôsteres, os resumos e os trabalhos completos devem ser enviados para o e-mail coloquio@uninove.br , em arquivos anexos.



Os autores terão uma confirmação de recebimento. Os textos completos enviados e aprovados pela comissão científica serão incluídos nos anais do evento (ISSN 19819056), publicados na forma de CD-ROM. Vale lembrar que a revisão dos textos – resumos e trabalhos completos – serão de responsabilidade de seus autores.



Datas importantes:

Os resumos com as propostas de comunicações e pôsteres deverão ser enviados até o dia 25 de setembro de 2011.

As cartas de aceite de comunicações e pôsteres serão emitidas até o dia 30 de setembro de 2011.

Os trabalhos completos – comunicações e pôsteres – deverão ser enviados até o dia 09 de outubro de 2011.

segunda-feira, 11 de julho de 2011

A BUSCA POR RESPOSTAS VITAIS PARA O PLANETA E A HUMANIDADE

O texto “Ecossocialismo: construindo uma nova utopia” visa reunir algumas idéias, demonstrando que um novo projeto de sociedade já esta em gestação no movimento social e na imaginação da população no Brasil e no mundo. Este novo projeto possui semelhanças, mas, também importantes diferenças, em relação a outros projetos alternativos, discutidos há mais tempo. O que possui de inédito é a constatação de que já se pode mais falar e em salvar a humanidade da exploração e da destruição, enquanto espécie, sem se falar, no mesmo grau de importância da salvação do planeta, enquanto ambiente habitável e vice-versa.

O Manifesto Ecossocialista, Lançado em 2001 na França, por Michel Löwy, outros e outras, logo obteve adesões de militantes em diversos outros países nos anos seguintes. Isso nos poupou o desgaste de patinarmos, sem sair do lugar, pela ausência da formulação dessa nova ideologia. Trata-se, agora, de irmos além da divulgação de uma nova utopia e aprofundar sua ideologia, apontando suas preocupações programáticas centrais, tentando dimensionar e posicionar cada tema adequadamente. 

Mesmo que, ainda não se possa pretender um programa ecossocialista mais definido para o Brasil, é importante que se comece a apontar algumas passagens, desde já, dignas de destaque para que a proposta vá assumindo as suas feições de projeto factível. No texto, aqui apresentado, alguns movimentos sociais, como o dos Sem Terra, Sindical, os populares e o Estudantil, não só apresentam demandas ligadas à questão ambiental, como começam a sentir a necessidade de uma melhor adequação programática e de organização, que respondam à urgência de maiores e mais ágeis mobilizações populares, focalizando essa temática.

Por isso, às análises e implicações político-ideológicas dessa nova utopia, foram somados os seguintes temas: desemprego; lixo; reforma urbana; as chamadas grandes catástrofes naturais, suas consequências e a condições da humanidade para reagir a elas; a preservação das florestas; os transgênicos; a transposição do Rio São Francisco; a cobrança pelo uso da água; inserções ecossocialistas num programa econômico alternativo para o país.

Aí estão acontecimentos em diversos países, apontando para o âmbito planetário da questão ambiental, os quais demonstram, mais do que a atualidade, a necessidade inadiável de uma cuidadosa retomada dessa temática. Teríamos inúmeros exemplos a citar, mas, aqui, basta os problemas com as usinas nucleares, que enfrenta o Japão, após o tsunami de março passado.

Abaixo estão os links da Revista Virtual Partes, onde encontraremos a republicação, cinco anos depois da inicial, de “ECOSSOCIALISMO: CONSTRUINDO UMA NOVA UTOPIA”. Se o projeto dos “Núcleos Socialistas” não está mais em debate, permanecem as necessidades, tanto do surgimento de um sujeito coletivo, que elabore e aja no sentido colocado no texto, quanto do debate das questões de fundo, situadas no texto.
http://www.partes.com.br/socioambiental/gerab/ecossocialismo.asp
http://issuu.com/partes/docs/ecossocialismo



Que esse trabalho, também, lhes seja interessante e útil!

Abração do 
William Jorge Gerab.
08/07/2011.

Professores, façam suas inscrições!!!

No  dia 31 de julho encerram-se as inscrições para o XII Prêmio Arte na Escola Cidadã, promovido pelo Instituto Arte na Escola (Fundação Iochpe). O prêmio é destinado aos professores da rede pública e particular de todo país, e contempla projetos de arte-educação bem sucedidos em um dos segmentos da educação básica – Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio ou EJA – Educação de Jovens e Adultos entre os anos de 2009 e 2010.
Os projetos inscritos passam por avaliação criteriosa realizada por especialistas em Arte e educação que observam se os trabalhos contemplaram as exigências descritas no regulamento do Prêmio como: se houve aprendizado dos alunos; se os educadores se valeram da arte regional e se o professor documentou seu projeto adequadamente.
A coordenação do Prêmio colocou à disposição dos professores que tiverem dúvidas na inscrição dos seus projetos, um Fórum de Discussãoque estará ativo até o último dia da inscrição. Mais informações, inscrição e regulamento estão disponíveis no portalwww.artenaescola.org.br/premio ou pelo telefone 011. 3103.8062. O XII Prêmio Arte na Escola Cidadã faz homenagem ao educadorConselheiro Antônio Carlos Gomes da Costa (in memorian).

Ator e diretor Thiago Luciano apresenta seu curta "Café Turco"

Uma mulher carrega um pacote por uma cidade em guerra. Um soldado armado a segue e invade sua casa enquanto ela prepara um café turco. Livremente inspirado no conto homônimo do escritor algeriano Mohamed Kacimi, o curta-metragem "Café Turco", de Thiago Luciano, abriu a terceira noite de competição do Paulínia Festival de Cinema.
"A gente sabe que fazer filme no Brasil não é muito simples", afirmou Thiago, que tem no currículo a direção do longa-metragem "Um dia de Ontem" (2009), com Caco Ciocler, e atuou numa série de novelas globais, entre elas 'Ciranda de Pedra' e a atual 'Morde & Assopra'. "Bateu uma felicidade muito grande ao ver a fila lá fora", comentou, ao subir ao palco com parte de seus colaboradores - entre eles Lucy Ramos, atriz de "Cordel Encantado", e a diretora de arte Marina Previato.
O Rio de Janeiro e a atração que exerce sobre músicos estrangeiros é o tema do documentário de um homem só "A Cidade Imã', de Ronaldo German - que dirige, produz e escreve o filme. O cineasta subiu ao palco parecendo surpreso e feliz. "Esse é um projeto muito pequeno, passei o dia inteiro pensando no que eu ia falar", comentou, ao chamar ao palco três dos quatro músicos retratados no filme.
"Eu admiro muito um homem de tão poucas palavras conseguir trazer esse filme aqui", elogiou o músico americano - "com alma carioca" - Bruce Henri. O documentário traz depoimentos do ator Evandro Mesquita, de Taíssa Mattos, da banda carioca Exalta Rei e do músico e produtor Liminha.

Aqui está a felicidade”, diz Bruna Lombardi no palco do Theatro Municipal de Paulínia

  
Carlos Alberto Riccelli e Bruna Lombardi subiram ao palco do Theatro Municipal de Paulínia para apresentar a comédia "Onde está a felicidade?", dirigido por ele, estrelado por ela, no terceiro dia de competição do festival. "Acho que é aqui que está a felicidade", disse Bruna, que no longa interpreta a chef de cozinha neurótica Teodora. 
A atriz, que também produziu o longa-metragem, uma coprodução entre Brasil e Espanha, agradeceu a equipe - parte dela presente na noite de estreia - e o apoio de Paulínia para a realização do filme, especialmente aos profissionais da cidade que "deram tudo de si, mergulharam de cabeça para buscar a excelência neste filme". Bruna ainda lembrou que o filme já tem data de lançamento marcada: dia 19 de agosto estreia em cinemas de todo o país. 
"Vocês não sabem, mas me fizeram realizar um grande sonho", contou Riccelli. "Sempre quis fazer o caminho de Santiago, e eu acabei o percorrendo por causa do cinema", completou, antes de dedicar a sessão a todos os peregrinos do mundo. 
Assim como aconteceu nos dois dias anteriores, outra sessão foi marcada para as 23h para atender ao público que aguardava do lado de fora do teatro. 
O curta-metragem "Troca-se bolinhos por histórias de vida", da gaucha Denise Marchi, foi exibido antes da sessão. No filme, uma noiva abandonada uma semana antes do casamento tenta lidar com o abandono e com os bolinhos de teste que sobraram do casamento.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

FÁBULA SENIL



FÁBULA SENIL: A MATURIDADE DO ENVELHECIMENTO

Era um sujeito orgulhoso. Nariz arrebitado. Nunca olhava para os lados
ou para baixo. Não falava com qualquer um. Não era qualquer um.

Sujeito privilegiado. Nasceu rico. Tinha tudo o que queria: carros,
roupas de marcas e as mais lindas mulheres aos seus pés.

Mas, a vida, sábia, tenta nos ensinar de qualquer jeito.

Primeiro, teve que amputar os pés. Pensou: e daí? Para aonde preciso
ir?

Depois foram amputadas as suas mãos. Pensou: Sim, e daí? Para quem
preciso acenar?

Depois, sucessivamente, foram amputados seus braços, pernas, tronco,
olhos, boca, ouvidos, dentes e cabelos. No fim só sobrou o nariz
arrebitado.

Insistente a vida lhe amputou a fortuna, o nome e o paradeiro.

Mas, aí já não pensava mais nada e seu nariz foi finalmente comido
pelos vermes.

Em seu velório, nos discursos, foram realçadas as virtudes do seu
nariz, a sua altivez.

Parece que apenas o verme aprendeu uma lição: quem tem fome precisa
comer. Comeu.

E, a vida vencida morre com o sujeito, mas insiste em viver no verme,
um nariz sem pés rastejando pela vida, sem orgulho, com o único
propósito de se erguer, se tornar homem.

Hideraldo Montenegro

leia o livro de contos O ESPELHO DE ALICE:
http://www.agbook.com.br/book/47473--O_ESPELHO_DE_ALICE

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Inverno, seja bem-vindo!

Inverno, seja bem-vindo!
O inverno propicia noites de silêncio que não encontramos nas outras estações. Os ares gelados colocam quase todos para dormir mais cedo, o frio intenso exige um confortável abrigo. A maioria fica recolhida em suas casas e a cidade se esvazia. Este ano caprichosamente o inverno invadiu o outono, as baixas temperaturas chegaram antes da data estipulada pelo calendário.

O Poder da Palavra no Processo de Humanização da Educação

O Poder da Palavra no Processo de Humanização da Educação
A palavra, esse dom celeste que Deus deu ao homem e negou a todos os outros animais, é a mais sublime expressão de toda natureza, ela revela o poder do criador, e reflete toda a grandeza da sua glória divina. Servindo de mediação entre educador e educando a palavra tem seus significados e sentidos construídos a partir da relação destes dois sujeitos, tornando possível o ato educativo concebido como participação, criatividade, expressividade e relacionalidade

Revista Virtual Partes - Terceira Idade - Casinhos

Revista Virtual Partes - Terceira Idade - Casinhos

A relação do casal era puro conflito. Ainda assim ela suportava tudo em nome dos filhos.

Para ajudar no orçamento doméstico foi trabalhar de auxiliar numa escola onde as crianças estudavam.

Educação na sociedade do futuro

Educação na sociedade do futuro
Novas exigências de qualificação humana impõem mudanças substanciais na instituição Escola; na atitude e participação dos cidadãos ante essas mudanças que atingem de forma importante e desigual a todas as formações sociais. A pesquisa traz breves considerações, ancorada em análises competentes de vários autores de diferentes tendências, procurando entender como são forjadas as situações que dão origem a novas linguagens, novos comportamentos culturais, a nova estética, enfim, a uma nova realidade econômica, política, social e cultural.

Quando menos é mais

Quando menos é mais

Dicas de Turismo: Curitiba

Dicas de Turismo: Curitiba: "Sou paranaense e orgulhosamente curitibana, nascida em plena primavera da década de 1990, século passado, certamente um dos meus filhos as..."

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Universia lança concurso que premiará com isenção da taxa da FUVEST 2012

As 15 melhores dicas de estudos terão taxa de inscrição do vestibular pagas pelo Portal. Participação vai até 22 de agosto

Universia Brasil paga o meu Vestibular” é o novo Concurso Cultural organizado pela Universia,rede ibero-americana de colaboração universitária presente em 23 países.

A proposta do Concurso é selecionar as 15 melhores dicas úteis e aplicáveis de estudos para o processo seletivo mais concorrido do Brasil: a FUVEST. O vestibular seleciona candidatos para a Universidade de São Paulo (USP) e Faculdade de Ciências Médicas. A taxa de inscrição é de R$120.

Para participar do Concurso, basta responder a pergunta: Qual é a minha dica de estudo infalível para a Fuvest 2012O candidato deve postar a resposta no campo “Comentários” da página do Concurso: http://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2011/07/06/842858/universia-brasil-paga-sua-inscrico-do-vestibular-da-fuvest-2012.html. Além da resposta, o vestibulando deve seguir as orientações sobre a sua participação nas redes sociais, como Facebook e Twitter, conforme descrição na página.

As inscrições do Concurso vão até o dia 22 de agosto e os nomes dos vencedores serão divulgados no dia 26. 

O DEUS DA DOR E DA PERDA

Revista Partes : A sua revista virtual - ISSN 1678-8419 P@rtes (São Paulo) Julgar uma cultura que não é a nossa é sempre muito difícil, pa...