terça-feira, 25 de abril de 2017

~<>~ CANOA~<>~




CANOA

Claudia Ivanike



Canoa é um barco pequeno, estreito,
com proa em ponta de bico para furar ondas.

Canoas podem ser movidas por
impulso de remadas ou motor de popa.

Alguns tipos de canoas podem
ter mastro e vela.
Nesse caso, conta-se com auxílio da
adriça,
que é um cabo resistente
para içar velas.

As canoas podem servir
para transportar as pessoas da praia até
o mar aberto,
e podem ser
rebocadas por embarcações de maior porte,
fazendo a vez do bote.

Dentre esses tipos citados,
encontramos
A CANOA
BARCO DE PESCA.

Construída com uma ripa central
para o banco do pescador,
a canoa comporta
a rede e demais
apetrechos de pesca:
Samburá, isopor, corda grossa e âncora
completam as ferramentas
do barquinho.

Um bom pescador tem em sua canoa,
perto do remo,
a vara de pesca com isca e pena fluorescente 
e ferramentas como o alicate
para se livrar de peixes como os bagres
de esporas afiadas e até venenosas.

Na canoa também deve ter
colete de socorro ou
boias, e
algum sinalizador de emergência:
lanterna,
apito e
espelho refletor.

O pescador lança a âncora
para segurar o barco no lugar
ou ao aportar no cais.

Navegar no rio ou no mar
é  sempre uma aventura!


CANOA



Assim uma criança disse ao olhar a atividade de artes com as canoas de papelão...


quarta-feira, 19 de abril de 2017

19 de abril...@(0.0)@...DIA DO ÍNDIO


O   ÍNDIO


       
O índio,
 por tradição,
preservou a cultura natural,
mostrando um modo de vida
diferente do povo urbano.

Os índios
habitavam em ocas,
viviam nas matas,
vestidos de folhas e penas.

Do atrito das pedras
faziam fogo.

Da lenha,
sementes,
raízes,
caça
e pesca,
geravam alimentação.


Cocares,
colares,
brincos,
braceletes,
tribais,
pinturas,
lanças,
arco e flecha,
machadinhas,
ervas curandeiras
e o soar dos
cânticos:
gritos de guerra,
dança da chuva...
Ritmados com maracás:
os seus chocalhos
com barulho de contas,
 enfeitados
com dentes de sabre.

O índio usou a madeira
e fez a jangada
cruzar suave o
 leito das águas,
sem prejudicar a floresta.

Índios, habilidosos,
construindo
utensílios,
artesanatos,
redes,
tachos e
vasos de barro,
cestarias,
e a sua moradia.

Índio,
povo forte
e valente!
Cuidando do solo,
cultivando a terra,
plantando sementes,
arando,
fazendo colheita...
Cobrindo a sua índia
com flores!
Doce aroma de flores...
perfumando com vida,
novos
indiozinhos!


Das aventuras
em cavernas e
cachoeiras,
aos
banhos nos lagos,
galopes à cavalo,
cerimônias de respeito
na tribo
dos Pajés e Caciques.
Tudo organizado!

Essa é uma simples lembrança
do índio,
com a pureza do som ecoado
nas montanhas,
dos longos cabelos negros
ao vento,
ou perfeição da imagem
refletida na água bebida
em concha.

Há quem diga
que ainda consegue ver
o índio sentado
com pernas cruzadas,
postura ereta,
fazendo sinal de fumaça?

E vai, ao longe...
um índio!


Tal descrito,
em dias atuais,
 pode ser considerado
somente lembrança
trazida da imaginação,
dos filmes
ou livros didáticos.

Muitos índios vieram
morar na cidade
adotando os hábitos
urbanos.


Índio sempre será índio!
sabe onde está o peixe
e interpreta o canto
dos pássaros!



SALVE O DIA 19 DE ABRIL

DIA DO ÍNDIO.
Claudia Ivanike

terça-feira, 18 de abril de 2017

CULINARIA é uma arte apreciada por crianças também!


    ATIVIDADES  NA  COZINHA SÃO BENÉFICAS!



AS BRINCADEIRAS DE CASINHA NA INFÂNCIA
PROPORCIONAM CERTAS HABILIDADES
QUE PODEM SER PRATICADAS
AO LONGO
DO DESENVOLVIMENTO,
APRIMORANDO A PRÁTICA
ATÉ TORNAR HABITUAL O RITO DE COZINHAR!






PREPARAR ALIMENTOS COM CAPRICHO,
CUIDADOS COM A HIGIENE, e
ATENÇÃO À APRESENTAÇÃO VISUAL DO PRATO,
SÃO PASSOS INICIAIS NA EDUCAÇÃO CULINARIA.







AS CRIANÇAS AMARAM TRABALHAR COM O CHOCOLATE DERRETIDO
E DAR VIDA ÀS FORMAS...
TUDO TÃO LINDO!













Parabéns RENATA , TÂNIA e todos que colaboraram para essa Páscoa
recheada de cores e sabores!

segunda-feira, 10 de abril de 2017

PALHAÇO CHEIROSO

Desenho com lápis, alegria colorida. 








A homenagem na tela com guache.






Meu pai e o palhaço,
que lembrança bonita!
Na foto antiga,
na tela de guache,
o Palhaço Cheiroso
foi retratado com tinta!






O Palhaço Cheiroso enfeitou a infância
das minhas quatro filhas, nos passeios
dominicais pelo Largo da Ordem na
cidade de Curitiba.






Obrigada pelas gargalhadas
de cores e graça!
Obrigada pela felicidade
que num dia especial
trouxe à minha casa!
Seja feliz palhaço cheiroso
por toda alegria que doou na vida!

MANIFESTO – Coletivo Paulo Freire por uma Educação Democrática

MANIFESTO – Coletivo Paulo Freire por uma Educação Democrática : “Defender Paulo Freire como ‘Patrono da Educação Brasileira’ é defender nos...