sexta-feira, 25 de julho de 2014

Grande Prêmio Brasil Caixa Pará é lançado em Belém

 Da Assessoria de Imprensa da CBAt

Fonte: CBAt
Israel Baltazar, Renilce Lobo, Warlindo Carneiro e Anderson Henriques (Ray Nonato / SEEL)

Belém - O Grande Prêmio Brasil Caixa Pará de Atletismo 2014, que será disputado no dia 10 de agosto, no Estádio Olímpico do Pará, foi lançado oficialmente nesta quinta-feira 24, em Belém, pela Confederação Brasileira de Atletismo, Caixa Econômica Federal e Secretaria de Estado de Esporte e Lazer do Pará.

O GP, realizado desde 1985 e que chega a sua 30ª edição, é a principal competição do Atletismo latino-americano e integra mais uma vez o IAAF World Challenge, importante circuito de Meetings da Federação Internacional de Atletismo.

Belém faz parte do circuito de meetings realizados pela CBAt desde 2002 e a até hoje detém recorde de público em competições da América do Sul, com 42.640 pessoas acompanhando a competição em 2004.

O vice-presidente da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), Warlindo Carneiro da Silva Filho, esteve presente à solenidade. Ele destacou a importância do Pará para o Atletismo brasileiro. "O Pará sempre apoiou as competições de Atletismo e também já revelou grandes nomes para o nosso esporte, caso de Agberto Guimarães, finalista nos Jogos Olímpicos de 1980 e no Campeonato Mundial de 1983 e Suzete Montalvão, que participou dos Jogos Olímpicos de 1988, entre tantos outros", afirmou.

Também esteve presente a Secretária de Estado de Esporte e Lazer (Seel), Renilce Lobo que falou sobre o envolvimento da cidade com os eventos esportivos. "Somos um povo que gosta muito de esporte, que recebe os atletas com muito carinho. A CBAt tem nos apoiado e dado todo o suporte para mais um vez realizarmos um grande GP", disse.

Pela Caixa Econômica Federal esteve presente o Gerente Regional, Israel Baltazar Sardinha. "Apoiar o esporte sempre foi muito importante para a Caixa. Ficamos realizados de mais uma vez receber o GP aqui em Belém", disse.

Representando os atletas esteve presente no lançamento o gaúcho Anderson Henriques, finalista nos 400 m e 4x400 m no Campeonato Mundial de Moscou-2013 e nos 4x400 m no Mundial de Revezamentos em Nassau-2014. "Será a minha primeira competição em Belém e estou animado para ver o estádio lotado, todos os meus amigos que competiram aqui elogiam a torcida. Quero aproveitar uma competição deste nível e fazer um bom resultado", afirmou.

O programa horário do GP será aberto às 8:30, com a cerimônia oficial de abertura. A primeira, das 16 provas que serão realizadas, será o lançamento do dardo feminino, às 8:45. A entrada no Mangueirão é gratuita, os interessados em acompanhar a competição devem retirar os ingressos a partir do dia 4 de agosto em um posto montado em frente ao Estádio. No dia da competição também será possível garantir a entrada, basta retirar os ingressos na bilheteria.

Maratona Caixa do Rio de Janeiro será domingo

 Da Assessoria de Imprensa da CBAt

São Paulo - Após a pausa para a Copa do Mundo de Futebol, as provas que contam pontos para O Ranking Caixa CBAt de Corredores de Rua 2014 estão de volta. No domingo, acontece a tradicional Maratona Caixa do Rio de Janeiro, com largadas a partir das 07 horas, na Praça do Pontal do Tim Maia, no Recreio dos Bandeirantes.

Após a realização de 11 etapas, o mineiro Valdir Sérgio de Oliveira e a pernambucana Fabiana Cristine da Silva lideram o Ranking. Valdir tem 237 pontos, enquanto Fabiana tem 210. (classificação parcial abaixo).

No ano passado, o brasileiro Giomar Pereira da Silva foi o vencedor da prova masculina, com 2:18:02, já no feminino a vitória foi de Letay Negash Hadush, do Quênia, com 2:40:18.

Os dez primeiros colocados na classificação final do Ranking, no masculino e no feminino, integrarão o Programa Nacional Caixa de Apoio a Corredores de Elite da CBAt em 2015.

Classificação do Ranking após a 11ª etapa

Masculino
1º Valdir Sergio de Oliveira - 237 pontos
2º Sivaldo Santos Viana 222 -
3º Ivanildo Pereira dos Anjos - 187
4º Jose Marcio Leao da Silva - 115
5º Giomar Pereira da Silva - 111
6º Laurino Nunes Neto - 104
7º Willian Salgado Gomes - 103
8º Jurandy Couto Junior - 81
9º Francisco Ivan da Silva Filho - 80
10º Adelmo dos Santos Alves - 67

Feminino
1º Fabiana Cristine da Silva - 210
2º Fernanda Raimunda Soares - 187
3º Maria Regina Santos Saguins - 160
4º Rosiane Xavier dos Santos - 124
5º Joziane da Silva Cardoso - 111
6º Maria Bernadete Cabral - 100
7º Cruz Nonata da Silva - 93
8º Maria Zeferina Rodrigues Baldaia - 77
9º Kleidiane Barbosa Jardim - 63
10º Graciete Moreira Carneiro Santana - 48

Ipiranga realiza o Circuito Popular de Corrida de Rua 2014




Inscrições estão abertas e vão até dia 13 de agosto, a partir 8h, presencialmente na Sede da Subprefeitura

A Supervisão de Esportes da Subprefeitura Ipiranga está com as inscrições abertas para o Circuito Popular de Corrida de Rua 2014. Isso porque, a etapa do Circuito será disputada em conjunto com a Subprefeitura Jabaquara no dia 17 de agosto a partir das 7h30, com largada e chegada no Jardim Botânico – Avenida Miguel Estefano, 3031 – Água Funda – São Paulo.
Para quem não sabe, o Circuito Popular de Corridas de Rua é o único a oferecer opções gratuitas no calendário paulistano. Também é intenção do circuito equilibrar e descentralizar a oferta de provas na capital, trazendo mais alternativas de competições em regiões nunca contempladas por produtoras da iniciativa privada. E mais, essa é uma nova ação efetiva que busca oferecer atividade física de qualidade em toda a cidade, tanto para o corredor de elite quanto para quem busca recreação e saúde.
Os interessados poderão inscrever-se pessoalmente na sede da Subprefeitura Ipiranga, na Rua Lino Coutinho, 444, das 08h às 12h e 13h às 17h, até o dia 13 de agosto, às 17h, ou até que se atinja o total de vagas estabelecido pela organização. O interessado deve ter em mãos um documento de identidade com foto original (RG ou carteira de Motorista); CPF, celular, e-mail e se representar uma equipe o nome desta. Para o Ipiranga são reservadas 950 vagas para a corrida e 450 para a caminhada.
Lembrando que logo após essa data as inscrições deverão ser feitas somente pelo site que será informado oportunamente.
A entrega do Kit, conjuntamente com a entrega do Chip, será realizada nos dias 6 de agosto, das 10h às 16 h e dia 17 de agosto, das 06h as 7h15, nas instalações do Jardim Botânico. O atleta deverá estar com um documento de identidade com foto original e apresentar o comprovante de inscrição.

 Serviço:
Inscrições presenciais – Etapa Ipiranga – Circuito Popular de Corridas de Rua
Data: De 25/07 até 13/08 ou o término das vagas
Horários: Das 08h às 12h e 13h às 17h
Local: Subprefeitura Ipiranga
Endereço: Rua Lino Coutinho, 444. Ipiranga
Documentos Necessários: RG e CPF
Maiores informações pelo telefone: 2808-3691 (Supervisão de Esportes)

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Filhotinhos com 31 dias.



                                             BOA    SEMANA!!!


                                 EU GOSTO DE VOCÊ!

                             GOSTO DE VOCÊ, SIMPLESMENTE GOSTO!
  
GOSTO DA SUA COMPANHIA E, NA DISTÂNCIA...
  
PEÇO PARA QUE ESTEJAS BEM!
  
 ESTOU LENDO UM LIVRO QUE TRATA
  
 DAS DIFERENÇAS...
  
AGRADEÇO E RESPEITO O SEU AUTOR...
  
GOSTO DE VOCÊ!
  
DO JEITO QUE
  
VOCÊ FOR!
  
GOSTO DE VOCÊ
  
PELO NOSSO PARENTESCO NATURAL:
  
FILHO, FILHA, IRMÃO,
  
IRMÃ, PAI, MÃE, TIA, TIO,
  
AVÓ, AVÔ, AMOR! ENFIM...
  
 GOSTO DE VOCÊ!
  
GOSTO DE VOCÊ PELA
  
NOSSA PROXIMIDADE:
  
AMIGA, AMIGO, VIZINHA,
  
 VIZINHO, ALUNAS, ALUNOS,
  
PROFESSORAS, PROFESSORES,
  
 CHEFES OU AUXILIARES! ENFIM...
  
GOSTO DE VOCÊ!

GOSTO DESTE MUNDO  
  
POVOADO DE BRANCOS,
  
ÍNDIOS, NEGROS E MULATOS...
  
 GOSTO DA VIDA,
  
QUE FORMA E ENSINA AS DIFERENÇAS
  
ENTRE JOVENS E IDOSOS...
  
GOSTO DE VOCÊ!
  
GOSTO DE QUEM BRINCA
  
 OU JÁ BRINCOU...
  
DE QUEM AMA OU JÁ AMOU...
  
DE QUEM APRENDE E
  
CRESCE TODOS OS DIAS...
  
RESPEITANDO TODAS AS
  
IMPOSSIBILIDADES INDIVIDUAIS,
  
FÍSICAS, ECONÔMICAS E
                                         SOCIAIS...
  
 GOSTO DE VOCÊ!
  
GOSTO DE TODA
  
 A CONDIÇÃO DO MEU EU...
  
POIS, ASSIM, PODEREI
  
POR TODA A MINHA VIDA,
    
 GOSTAR DE VOCÊ!
                                    Partes Mirim

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Solidariedade entra em campo

Márcio Lopes de Freitas (*)

Sai a Copa do Mundo e entra em campo um time de voluntários do sistema cooperativista brasileiro. A competição internacional vai deixando lembranças e, independente do resultado, o Brasil deve ser visto como o grande vitorioso dessa Copa. Mostramos a face gentil e radiante dessa população na recepção e no trato sempre cortês para com os turistas de vários países. Está na alma do brasileiro o jeito carinhoso de cuidar do próximo.

Temos agora a oportunidade de marcar mais um golaço praticando a nossa solidariedade. Entra em campo o Dia de Cooperar, o “Dia C”, coordenado pelo Sistema OCB (Organização das Cooperativas Brasileiras) e com a colaboração e realização das unidades estaduais e suas cooperativas associadas.

O “Dia C” tem como proposta transformar ações isoladas realizadas por centenas de cooperativas brasileiras em um vigoroso movimento de solidariedade cooperativista, com ênfase no desenvolvimento social comunitário. Temos certeza que mais pessoas passarão a adotar o voluntariado como prática do cotidiano a partir dessa campanha. O “Dia C” é ainda um excelente momento para conhecer melhor os princípios cooperativas e as oportunidades que o sistema pode oferecer para a maioria da população como forma de desenvolvimento sustentável.

A proposta nasceu em 2009 no Sistema OCEMG (Organização das Cooperativas do Estado de Minas Gerais). Desde 2013, a OCB vem ampliando essa campanha para todos os estados do país. De Norte a Sul do Brasil, as cooperativas já realizam diversas atividades voluntárias e no dia 6 de setembro uma grande comemoração vai unir todas elas.

Em 2014, o Sistema OCB quer ir mais longe e mostrar que a solidariedade está na alma da população brasileira. O “Dia C” vai beneficiar mais de 1,4 milhão de pessoas em 1.060 municípios. Para alcançar nossos objetivos, devemos reunir cerca de 200 mil voluntários em todo o Brasil. Mas um batalhão de solidariedade já está em campo promovendo uma série de ações, que estão contribuindo para a melhoria da qualidade de vida da população. São iniciativas que vão desde a doação de computadores para escolas; cadeiras de rodas para entidades beneficentes; alimentos para a população de baixa renda e sangue para hospitais, além de palestras de combate à violência e contra a exploração infantil.

Dos grandes centros aos rincões do país, o cooperativismo mostra a sua força e sua capacidade transformadora tanto para as comunidades beneficiadas quanto para as próprias cooperativas. É por meio desse contato mais próximo com a população que as nossas associadas ampliam a sua percepção da realidade local e têm a oportunidade de influir diretamente nos destinos da comunidade.

Para nós, o “Dia C” ressalta ainda o compromisso das cooperativas com o desenvolvimento socioeconômico do país. O movimento também reforça a essência da doutrina cooperativista, que busca a construção de uma sociedade mais justa, fraterna e com equilíbrio das diversas forças sociais.

(*) Márcio Lopes de Freitas, presidente do Sistema OCB.
Composto pela Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), pelo Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop) e pela Confederação Nacional das Cooperativas (CNCoop). O Sistema OCB representa e promove as cooperativas no Brasil.

quarta-feira, 9 de julho de 2014

Imprensa internacional repercute goleada sofrida pelo Brasil

Da Agência Brasil Edição: Stênio Ribeiro A derrota histórica da seleção brasileira de 7 a 1 para a Alemanha, na semifinal da Copa do Mundo, ganhou destaque nos principais jornais de países europeus e da Argentina. Os periódicos também registraram a marca alcançada pelo jogador alemão Miroslav Klose, que fez um dos gols da equipe germânica e tornou-se o artilheiro entre todas as 20 edições da competição, com 16 gols. Ele ultrapassou a marca do ex-atacante Ronaldo, o Fenômeno, que tem 15 gols. O diário Olé, da Argentina, traz matéria de capa com o título Sete como Nunca. O site informa que a Alemanha humilhou o Brasil e deu uma aula de futebol. A publicação também convocou os leitores a sugerirem, por meio de rede social, o título da edição impressa sobre o “Mineiraço”. O termo é uma alusão ao “Maracanaço”, como ficou conhecida a derrota do Brasil para o Uruguai, na Copa de 1950, no estádio carioca. A agência alemã de notícias Deutsche Welle destacou a vitória histórica com a reportagem Tempestade Alemã na Final da Copa do Mundo. A publicação afirma que o Brasil está em choque após assistir a goleada. A agência destacou a eficiência da equipe alemã, ao liquidar a partida antes dos 30 minutos do primeiro tempo. O jornal Mundo Deportivo, da Espanha, deu ênfase ao trabalho do técnico Joachim Löw. Para o jonral, o técnico conseguiu dirigir a partida de seus sonhos, após anos de trabalho à sombra da seleção da Espanha, campeã da Copa de 2010 e eliminada na primeira fase neste ano. A página esportiva da agência britânica BBC destacou o gol de Miroslav Klose, jogador que tornou-se o artilheiro das 20 edições da Copa do Mundo. Segundo a BBC, a Alemanha nunca perdeu um jogo em que Klose marcou.

terça-feira, 8 de julho de 2014

Copa do Mundo supera expectativa e gera negócios acima de R$ 500 milhões para 44 mil pequenas empresas brasileiras

Rio de Janeiro (7 de julho de 2014) –Um conjunto de 43.910 micro e pequenas empresas e microempreendedores individuais que procuraram o Sebrae para se preparar para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 deve faturar até o fim da competição mais de R$ 500 milhões adicionais, anunciou hoje o diretor-presidente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Luiz Barretto, em coletiva no Centro Aberto de Mídia João Saldanha (CAM), no Forte de Copacabana.  Esse grupo de empresas participou do projeto Sebrae 2014, iniciado em 2011.
“A gente tinha uma expectativa de que seria meio bilhão de reais. Passamos isso nesta semana e vamos divulgar um balanço após a Copa. É um sucesso”, afirmou Barretto, para quem o Sebrae ‘’já marcou vários gols’’ no torneio e continuará marcando após o evento. “Essa batalha está ganha para os pequenos negócios.”
O Sebrae trabalhou com empresas que queriam aproveitar as oportunidades oferecidas pela Copa do Mundo no Brasil para crescer e permanecer no mercado depois.  Ele citou exemplos como o de um fornecedor carioca de material de construção que o Sebrae ajudou a melhorar seu negócio e conseguir certificações para o fornecimento de rampas para o Maracanã. Depois disso, o empresário também ganhou contatos de diversas grandes construtoras.
Do grupo de empresas que participaram do Projeto para a Copa, cerca de 10 mil permanecem com o Sebrae, seguindo o conceito de educação continuada.  O projeto foi promovido, especialmente, nas 12 cidades-sede da Copa e contou com investimentos de R$ 90 milhões do Sebrae em 3 anos.
Trabalhamos a ideia de ter legados, de preparar a empresa, não só para faturar mais nesses dias de Copa, mas para ter mais competitividade, mais qualidade e para que essas empresas sobrevivam no mercado, que é cada vez mais concorrencial”, afirmou Barretto. “Temos confiança de que essas empresas que passaram por nós serão mais competitivas e sobreviverão no mercado”, completou.
As pequenas empresas dão uma contribuição importante para o impacto total da Copa do Mundo na economia brasileira, que deve ser de R$ 30 bilhões, segundo pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE) encomendada pelo Ministério do Turismo. A projeção da FIPE foi feita a partir de um estudo sobre o impacto econômico da Copa das Confederações, que adicionou R$ 9,7 bilhões ao PIB brasileiro. A expectativa é de que a Copa do Mundo gere cerca de três vezes este valor.
Para calcular a geração de receita a mais do grupo de empresas do Projeto 2014, o Sebrae mapeou, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), quase 930 oportunidades de negócios nas capitais dos jogos do Mundial e levantou os requisitos que as empresas precisariam cumprir para comercializar seus produtos.
Os setores que mais se desenvolveram no projeto foram construção civil, turismo e serviços. Também participaram empresas de outros setores como economia criativa, artesanato, madeira e móveis, produção de alimentos, tecnologia da informação e comunicação, moda (têxtil e confecções, couro e calçados, gemas e joias) e comércio varejista. 

Entre os exemplos citados por Barretto, está o de uma empresa produtora de bonés de Apucarana, no Paraná, que se adaptou, aproveitando o tema, para fazer bonés do mascote da Copa; um caso em Manaus de venda de mais de uma tonelada de peixes tambaqui; e o de uma barraca na Praia do Futuro, em Fortaleza, no Ceará, que entrou e está saindo da Copa mais capacitada.
Além da capacitação e treinamento, o Sebrae promoveu durante a Copa showrooms de artesanato brasileiro nas cidades-sede e montou lojas do Mosaico Brasil, um projeto para apresentar ao turista nacional e estrangeiro produtos, acessórios e artigos com a “cara do País”.
De acordo com o Sebrae, para ter sucesso na comercialização, os pequenos empresários aprenderam que não basta ter o produto a oferecer, mas o canal de distribuição precisa ser adequado. A logística de distribuição foi um dos cinco legados que a Copa de 2014 deixa para os pequenos negócios no Brasil. Os outros quatro são: Gestão, Sustentabilidade, Conhecimento do Cliente e Novos Mercados.

sábado, 5 de julho de 2014

Presidenta Dilma Rousseff envia cartas de apoio à Seleção Brasileira e Neymar

A presidenta Dilma Rousseff enviou, neste sábado (5), cartas à Seleção Brasileira e ao jogador Neymar Júnior.
Aos jogadores e Comissão Técnica, Dilma enalteceu o talento, a garra, o espírito de luta e a capacidade de superação que eles vêm demonstrando e considerou que estes valores ajudarão a compensar o desfalque de Neymar, após lesão sofrida no jogo de ontem, contra a Colômbia pelas Quartas de Final da Copa do Mundo. A presidenta ainda classificou a Seleção Brasileira como a mais linda e aguerrida de toda a disputa e afirmou que jogadores têm feito com que corações brasileiros batam em um só ritmo e gargantas emitam uma só voz.
Ao jogador Neymar, a presidenta Dilma disse que a feição de dor do jogador feriu o coração dela e de todos os brasileiros e brasileiras. Ela o considerou um “grande guerreiro que não se deixa abater” e afirmou que mais rápido do que se imagina, Neymar estará de volta “enchendo nossa alma de alegria e nossa história de sucessos”.
Veja abaixo a íntegra das cartas:

Queridos jogadores e querida Comissão Técnica,
Todo o Brasil está acompanhando, com empolgação, a grande campanha que vocês realizam.
Mais uma vez, demonstram talento, garra, espírito de luta e capacidade de superação – o que, inclusive, vai ajudar a compensar o grande desfalque causado pela contusão do nosso querido Neymar.
Todo o Brasil já se sente vitorioso porque, além de estarmos realizando a Copa das Copas, temos a mais linda e aguerrida Seleção da disputa.
Como nunca, vocês estão fazendo nosso corações baterem em um só ritmo e nossas gargantas emitirem uma só voz de alegria e esperança.
Avante, porque o principal já foi feito!
Sua fã Número Um,
Dilma Rousseff
Presidenta da República Federativa do Brasil

Querido Neymar,
Sua face de dor, ontem no gramado do Castelão, feriu meu coração e o de todos os brasileiros e brasileiras.
Mas o que vimos, também, foi a força descomunal de um grande guerreiro que não se deixa abater, mesmo que ferido.
Um grande guerreiro que interrompe brevemente sua marcha, mas que já deixou sua marca insuperável na batalha vitoriosa que trava a nossa seleção.
Sei que como todo brasileiro você não desiste nunca e, mais rápido do que se imagina, estará de volta, enchendo nossa alma de alegria e nossa história de sucessos.
Que Deus lhe dê força e lhe proteja sempre,
Dilma Rousseff
Presidenta da República Federativa do Brasil

terça-feira, 1 de julho de 2014

Thiago Silva: um golaço sobre liderança!

credito imagem - getty images

Por Alexandre Prates*
Especialmente depois do jogo contra o Chile, muitos colocaram em cheque a liderança do capitão da Seleção Brasileira, Thiago Silva. Alguns disseram que ele travou, outros que ele se acovardou diante das dificuldades, enfim, criticaram forte o seu comportamento.

A pergunta que fica é: quem está questionando a sua liderança? A imprensa, os torcedores, os comentaristas, os narradores... Sinceramente, não são questionamentos válidos. Não tenho visto os seus colegas de seleção, a comissão técnica e nem o Felipão questionando a liderança do capitão. E é isso o que importa!

E por que não estão questionando? Pelo simples fato de que ele não teve nenhum comportamento que denegrisse o seu posicionamento de líder. Você pode até interpretar o comportamento do jogador de maneira negativa, mas permita-me trazer um pouco da minha experiência e visão para essa história. Vamos aos fatos:
Nervosismo na estreia: de jogador a torcedor, quem não estava nervoso? Aliás, quem não estava tenso só tinha dois motivos: ou não gosta de futebol ou estava torcendo contra a seleção. No mais, estávamos todos apreensivos. Agora imagine quando você tem milhões de pessoas depositando em você a esperança de ganhar um torneio como este em casa. Quem não ficaria nervoso? Pessoas ficam completamente apavoradas com muito menos pressão!

Então, leio diversos comentários nas redes sociais que dizem: “Ele ganha milhões para fazer isso. Não pode ficar nervoso assim...”. Quer dizer que se ele ganhasse pouco a pressão diminuiria? Que hipocrisia! Nessa hora, quando um hino é cantado da forma como foi pela torcida, quando um País inteiro conta com você, ninguém se lembra do quando dinheiro ganha ou tem. Não é isso que importa! O que está em jogo é a honra, a realização, o propósito.

Ficar isolado durante a roda de comunhão dos jogadores: o Thiago Silva estava navegando nas redes sociais enquanto isso acontecia? Por acaso ele estava arrumando o cabelo ou descansando um pouquinho? Claro que não! Ele estava em um momento de oração individual, encontrando a sua maneira de se motivar, de se tranquilizar. Ele estava, a seu modo, mandando fortes energias para os seus companheiros. Quantas vezes você já não quis ficar em silêncio, sozinho, antes de uma importante decisão na sua vida?

Não assumiu a responsabilidade: “O Thiago Silva pediu para não participar das cobranças de pênaltis”, “O capitão da seleção não ofereceu palavras de incentivo a seus companheiros”, “Isso não é postura de líder!”. Você sabe qual é a postura de um líder? É não querer ser o astro. É permitir que outras pessoas assumam a liderança quando necessário, é delegar e dar poder evidenciando novas lideranças. Se o Paulinho estava inspirado para motivar as pessoas naquele momento, por que não deixá-lo fazer? Se existem outros jogadores mais preparados para as cobranças de pênaltis, qual o problema de permitir que assumam esta responsabilidade?

Quer saber? O Thiago Silva é um grande líder! Um líder que as organizações precisam ter. Um líder que permite que surjam novas lideranças. Um líder que assume a responsabilidade das críticas e foca mais na vitória coletiva do que em sua vaidade. Um líder que se cobra, que joga com raça, que torce e reza pelos seus companheiros, que assume a responsabilidade... Esse é o Thiago Silva! Isso é ser líder!
Podemos debater várias coisas que podem ser aperfeiçoadas nesse time: estratégia, jogadas ensaiadas, jogadas individuais... Agora, dizer que falta liderança, isso jamais! Em nenhum quesito – nem dento e nem fora dos gramados.

O Felipão construiu um elenco que se gosta muito, de pessoas que se apoiam, que torcem umas pelas outras. Dentro de campo, o Thiago Silva conquistou a braçadeira de capitão - não foi uma imposição - e é respeitado, admirado, seguido. Isso é para poucos! Isso é ser líder!Demonstrar medo, nervosismo, reconhecer que errou. Isso é para poucos. Isso é ser líder!
Antes de criticar o Thiago Silva, muitos líderes deveriam refletir sobre a sua liderança e constatar que têm muito a aprender com o capitão, com o técnico e com todo o elenco da nossa seleção.

* Autor: Alexandre Prates é especialista em liderança, desenvolvimento humano e performance organizacional. É também Master Coach, palestrante, sócio-fundador do ICA (Instituto de Coaching Aplicado) e sócio do Grupo Alquimia, consultoria especializada em franquias. Escreveu o livro "A Reinvenção do Profissional - Tendências Comportamentais do Profissional do Futuro" e é autor da metodologia de coaching "Inteligência Potencial".www.alexandreprates.com.br

Revista Partes

http://www.partes.com.br/2017/11/01/poema-fora-de-moda/ Poema Fora de Moda Gilda E. Kluppel No vestuário comercial calças de boca de sino...