segunda-feira, 28 de março de 2011

sábado, 26 de março de 2011

Nota de pesar da ministra Ana de Hollanda

Nota de pesar da ministra Ana de Hollanda

Sinto profundamente a partida de Thomas Farkas. É uma perda imensa para nós: por toda sua contribuição à cultura brasileira, sua paixão à fotografia em todas as suas facetas, do exercício com as lentes, como um dos pioneiros da nossa fotografia contemporânea, ao fotojornalismo e ao ensino na USP, sem esquecer ainda outras frentes, como a de produtor de documentários.

Aos familiares, amigos e a todos a quem ele inspirou, os meus sentimentos.


Ana de Hollanda
Ministra de Estado da Cultura

 

sexta-feira, 18 de março de 2011

quinta-feira, 17 de março de 2011

Shakira se encontra com Dilma em Brasília e doa violão autografado






©Valter Campanato/ABr


Brasilia - A presidenta Dilma Rousseff recebe a visita da cantora pop Shakira, que faz uma turnê pelo Brasil


Luciana Lima
Repórter da Agência Brasil
Brasília - A cantora colombiana Shakira disse hoje (17) que quer ser parceira da presidenta da República, Dilma Rousseff, em ações para  erradicar a pobreza na América Latina, principalmente as voltadas para o bem-estar das crianças. Shakira se reuniu com a presidenta no Palácio do Planalto e, no encontro, presenteou Dilma com um violão autografado. O instrumento será leiloado e o dinheiro arrecadado reforçará o caixa dos programas de erradicação da miséria, prioridade do governo de Dilma Rousseff.
"A gente falou durante o encontro sobre a possibilidade de trabalhar juntas, para divulgar o que é preciso fazer para as crianças na América Latina", disse a cantora pop. "O Brasil é um país líder na região, um país que tem uma importância na região e no mundo. Agora temos um desafio para fazer com que todas as crianças até seis anos tenham oportunidade de ir à escola e receber nutrição".
Shakira disse também que é "uma benção" para o Brasil ter uma mulher como presidenta. “É uma bênção que o Brasil tenha uma mulher encarregada. Ninguém como uma mulher para entender a necessidade das crianças”, disse a cantora, que fará hoje à noite um show no estacionamento do Estádio Mané Garrincha, que está fechado para reformas. O estádio sediará jogos da Copa do Mundo de 2014.
Além de conversar com Dilma sobre erradicação da miséria, Shakira convidou a presidenta para ir ao show. No entanto, a cantora disse que o convite pode não ser aceito. "Ela [Dilma] está muito ocupada, não pode ter distrações".
Na Colômbia, Shakira é uma das idealizadoras da Fundação América Latina em Ação Solidária (Alas), fundada em 2006, voltada para a educação infantil. Também fazem parte da Alas artistas e personalidades latino-americanos. Entre os fundadores da Alas estão o jornalista e escritor Gabriel García Márquez, os cantores Miguel Bosé, Alejandro Sanz, Ricky Martin, DaddyPublicar postagem
 Yankee e a cantora e atriz Jennifer López.
Edição: Vinicius Doria

PROMOTORES DA DESGRAÇA

GILBERTO NOGUEIRA DE OLIVEIRA
Nazaré, Bahia

O torturador insano,
Provoca a dor,
Sorri friamente
Para a vítima indefesa.
Tem seu nome protegido.
Então começa a cumprir
Sua nefasta missão.
Defender o Brasil
Contra a ameaça comunista.
Porque ele tem tanto medo dos comunistas?
São apenas a ínfima minoria.

No ambiente mofado
Sente-se um cheiro de maconha.
Sente-se que tudo está podre e baixo.

Colocam o cientista, brutalmente
Submisso num pau-de-arara,
E introduz em seu ânus
Algo que a vítima não vê.

De repente o ar é cortado
Com um grito de loucura,
Seguido de uma gargalhada
Cínica e estridente.

Seria o torturador um ser humano,
Ou o ser humano, um torturador?

Onde se escondem esses trastes,
Frios capachos do poder
Militarista e imperialista?
Serão os futuros milionários?
Talvez, se não ficarem loucos... também.
Pelo fato de não terem alma,
É que atingem com violência
A alma do ser humano.

São paus mandados do poder,
Que não ouvem os apelos
Dos pobres desgraçados,
E lhes atingem a alma
Para sempre.
Sempre.

Logo larga o cientista
E vai atender uma mulher.
Ela, profissional de saúde.
O torturador, também.
Ele, em sua sanha sanguinária;
Ela, em sua fúria desgraçada;
Ele obedece uma ordem ignóbil;
Ela reclama uma ordem lógica.
Ela é tudo,
Ele é nada.
Sem ligar para seus pensamentos
Ele se pôs a trabalhar.
Deu-lhe um forte bofetão, incisivo,
Sem saber com ódio de que?
E lhe quebrou os molares.
Chamou-lhe de puta e vagabunda,
Comunista e subversiva.
E mordeu-lhe os lábios,
E se deliciou com o sangue,
E zombou do sofrimento.
Ela, gritando;
Ele, conduzindo.
Ele mandava no mundo. Era amigo dos caras.
De repente ela gritou:
Eu não falo!
Você falou!
E ela disse:
Não o que você quer!
Ele disse:
Eu quero o seu sangue!
Ela disse:
Acendam o lampião
Que eu nada enxergo.
Puta enxerga de longe!
Disse ele na sua demência.
É a escoria da sociedade.
Logo acendeu o lampião
E depois ateou fogo
À pobre infeliz,
Que gritava sem parar,
Até que parou e morreu feliz
Por conseguir não falar.
Quando terminou de trabalhar a mercadoria
Morta e toda queimada,
O homem do governo
Foi atender um velho
Com seus oitenta anos.
Como o velho não aceitou
Denunciar o próprio filho,
Foi parar no pau-de-arara,
Do qual jamais sairia vivo.

Logo foi atender outra mulher
Que cuspiu-lhe o rosto.
Por isso foi torturada
Com choques elétricos,
Diante do próprio filho,

Apenas uma criança
De apenas dez anos.
Ao primeiro grito de horror,
Seu pequeno filho
Avançou para o torturador.
Logo recebeu um chute
Na altura do ouvido
E caiu tremulo, silencioso.
Não satisfeito, o torturador
Pegou uma barra de ferro,
E com um golpe raivoso
Acabou matando a criança,
Que babava sangue,
Enquanto ele espumava de raiva.
Então a mãe em prantos, pediu:
Me mate também!
E o torturador respondeu:
Não! Você vai falar!
Vai ficar viva até falar!
Depois eu lhe mato
E lhe arranco o coração!
Logo o torturador
Aplicou-lhe um choque elétrico.
Sua intensidade foi tanta
Que sua alma se arremessou,
E ela morreu sufocada.
E parou de sofrer.
Depois o torturador
Disse a todos os presentes,
Que iria para outro lugar
Dar aulas de torturas,
Por ordem direta de Médici.
Lá chegando, os outros irracionais
O olharam com orgulho.
Logo começou a sessão:
No pau-de-arara, uma adolescente
Com apenas quinze anos,
Completamente despida.
Um aluno levantou-se,
E queria participar de perto
Da macabra sessão.
O profissional de saúde
Elogiou sua iniciativa.
Quando o torturador
Deu o primeiro choque na moça,
O aluno disse:
Deixe que eu a estupre antes,
Essa puta comunista.
É toda sua.
Se acertar fazer as coisas
Vai ser promovido, imediatamente.
O aluno violentou a moça
Que gritava sem parar.
Ao terminar o estupro,
Pegou um bastão elétrico
E enfiou em sua vagina,
Com grande violência.
Ele descobriu que o torturador
Era impotente sexual.
Todos o aplaudiram,
E o rapaz foi promovido.
E o torturador disse:
O Brasil está orgulhoso de você.

Sempre haverá tortura
Sempre haverá desgraça.
Sempre haverá império.

Romário no Turismo

 

 

 

Vice-presidente da Comissão de Turismo e Desporto da Câmara, ex-jogador
participa de audiência com o ministro Pedro Novais


O ministro do Turismo, Pedro Novais, recebeu nesta quarta-feira (16) representantes da Comissão de Turismo e Desporto (CTD) da Câmara dos Deputados. Jonas Donizette (PSB/SP) e Romário (PSB/RJ), presidente e vice-presidente da comissão, respectivamente, elogiaram o empenho do Ministério para a organização da Copa do Mundo de 2014 no país.

“Estamos dando continuidade a um trabalho de aproximação do Congresso Nacional com os ministérios. O papel do turismo é imprescindível para alavancar a economia nacional e ajudar o país nesta tarefa de organizar a Copa”, afirmou Romário.

Segundo o ministro, a relação com a Comissão de Turismo e Desporto será importante para que os principais projetos nas cidades-sede da Copa do Mundo sejam acelerados . “Há desafios a serem vencidos, mas estou certo de que estaremos preparados para realizar uma grande competição, com a qualidade que todos os turistas desejam”.

 

Escolas devem se adaptar à Educação Financeira


No fim deste ano o Governo Federal instituiu a ENEF (Estratégia Nacional de Educação Financeira), no final de dezembro de 2010 pelo Governo Federal. Esta ação vem confirmar a necessidade da inserção imediata desta temática nas grades curriculares no país, combatendo um grande mal que prejudica a vida das pessoas, que é o analfabetismo financeiro.

Neste primeiro momento, a ENEF prevê a implantação de aulas de educação financeira no ensino básico e inclui também, mais adiante, a criação de cursos voltados para os adultos. Isto vai de encontro com o trabalho que o Instituto DSOP de Educação Financeira já desenvolve o trabalho de educação financeira em diversas escolas de todo país, com metodologia própria.

A coleção DSOP de Educação Financeira, por exemplo, será lançada para alunos de 3 a 17 anos e atende todos os ciclos educacionais (educação infantil, ensino fundamental e ensino médio). Em 2011, aproximadamente 100 escolas distribuídas por todo o Brasil já estão utilizando nossos materiais em suas aulas.

A idéia é que, a partir de material direcionado para cada fase do processo educacional (são 15 livros que contemplam a coleção) se passe os  quatro pilares da Metodologia DSOP de Educação Financeiro: Diagnosticar, Sonhar, Orçar e Poupar. Para facilitar a ação dos professores, esse trabalho é realizado com base em cinco eixos temáticos: Família, Diversidade, Sustentabilidade, Empreendedorismo e Autonomia.

Outro grande diferencial trabalhado pelo Instituto é a capacitação de professores e a habilitação das escolas. O sucesso de um programa de educação financeira voltado para o ensino básico ocorre quando  o professor aplica em sua própria vida o conceito e domina o conteúdo, antes de trabalhar com os alunos.

Para atender também a essa missão de disseminar a educação financeira no Brasil e no mundo, a qual o governo se atentou neste momento, o Instituto DSOP também oferece em sua grade cursos de formação de educadores financeiros. Isso promove a oportunidade da pessoa conquistar uma nova profissão. E ainda, no ano passado lançou um curso de pós-graduação em educação financeira, com duração de 360 horas. Para 2011, as matrículas reabrem com grande procura e adesão.

É certo de que a educação financeira vem para ficar. Combatendo o ciclo de pessoas e famílias endividadas e inadimplentes financeiramente para criar e desenvolver uma nova geração sustentável financeiramente.
Reinaldo Domingos, Educador e Terapeuta Financeiro, autor dos  livros Terapia Financeira e O Menino do Dinheiro e da primeira Coleção didática de Educação Financeira para o ensino básico,  Presidente do Instituto DSOP de Educação Financeira,  www.dsop.com.br   

sábado, 12 de março de 2011

POEMA



Poema


A poesia é rima,
palavra e esgrima?
A poesia é artifício,
metro e vício?
A poesia é construção,
arquitetura sem paixão?
A poesia é luxo acadêmico,
que evita da pele o endêmico?
A poesia é esqueleto, carne, corpo
ou idéia, mente que sustenta o dorso?

HIDERALDO MONTENEGRO

adquira e leia o livro de poesias HUMANO CANTO acessando:
http://www.artexpressaeditora.com.br/produtos.asp?produto=111

quinta-feira, 10 de março de 2011

Trabalhadores participarão de Conselhos de Administração de empresas públicas

 

Brasília, 10/03/2011 - As empresas públicas, sociedades de economia mista e suas subsidiárias deverão prever a participação de representantes de empregados em seus Conselhos de Administração, a partir de agora. A portaria n° 026, que detalha a Lei nº 12.353, de 28 de dezembro de 2010, vale para as instituições com mais de 200 empregados, nas quais a União, direta ou indiretamente, detenha a maioria do capital social com direito a voto. O processo de eleição do representante dos empregados deverá ser organizado por uma comissão paritária, composta por representantes da empresa e das entidades sindicais.

 

A portaria será assinada nesta sexta-feira (11), em cerimônia do Palácio do Planalto, com a participação da Presidenta Dilma Roussef e dos ministros do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior; da Secretaria-Geral, Gilberto Carvalho; do Trabalho, Carlos Lupi; e de Minas e Energia, Edson Lobão. Também estarão presentes presidentes de empresas estatais, associações de empregados dessas empresas e representantes de centrais sindicais.

 

A medida deverá abranger cerca de 59 empresas públicas, sociedades de economia mista e suas subsidiárias e respectivos conselhos de administração, no âmbito do Governo Federal.

 

Encontro com as centrais sindicais - Após o evento a presidenta receberá lideranças das seis centrais sindicais - Central Única dos Trabalhadores (CUT); Força Sindical; Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB); Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB); União Geral dos Trabalhadores (UGT) e Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST).

 

segunda-feira, 7 de março de 2011

poesia

 

 

 

Em homenagem ao dia internacional da mulher.

 

MULHER

 

Tu és divina ó ser maravilhoso,

Entre a criação tu és a preferida!

Tem o dom de ser mãe e de ser amada pelo homem,

E por Deus de ser reconhecida.

 

Tens no coração a ternura dos santos,

E na alma o amor, nasceste para amar...

Mesmo quando não amada.

Ainda que dos teus olhos escorra uma lágrima,

Mesmo assim estás pronta para socorrer, e acalmar a dor.

 

És tu que no ventre trás o herói ou a santa!

És tu que no simples olhar nos dás a esperança,

Querendo com isso nos dizer,

 Que somos fortes, pois és valente!

Já não temes a morte.

Vivaldo Terres


 

sábado, 5 de março de 2011

Museu do Futebol - Dia Internacional da Mulher

No Dia Internacional da Mulher, o Museu do Futebol também presta a sua homenagem e propõe um passeio temático aos visitantes. Das arquibancadas ao campo, quais personagens femininas brasileiras fizeram e fazem parte dessa história? As visitas ocorrem no dia 8/3 das às 11h e às 14h. O Museu do Futebol está localizado no Estádio do Pacaembu - Pça. Charles Miller, s/nº, Pacaembu, região central, 3663-3848. Ter. a dom. 10h às 18h (bilheteria até as 17h). Livre. Ingr.: R$ 6 (com meia entrada para estudantes e idosos). Consulte o horário em dias de jogos. www.museudofutebol.org.br

 

 Museu do Futebol tem horário diferenciado nos dias de folia. No sábado de Carnaval, excepcionalmente, a bilheteria fechará às 15h30 (permanência permitida até às 16h30). Não funciona no dia 7 de março. Localizado embaixo das arquibancadas do estádio do Pacaembu, o Museu apresenta a história do futebol entrelaçada com a própria história do país. Estádio do Pacaembu - Pça. Charles Miller, s/nº, Pacaembu, região central, 3663-3848. Ter. a dom. 10h às 18h (bilheteria até as 17h). Livre. Ingr.: R$ 6 (com meia entrada para estudantes e idosos). Consulte o horário em dias de jogos através do site: www.museudofutebol.org.br

 

sexta-feira, 4 de março de 2011

Revista Partes - Colunistas - Antonio Brás Constante: Impressão digital não causou boa impressão

Revista Partes - Colunistas - Antonio Brás Constante: Impressão digital não causou boa impressão: "Conforme pesquisas científicas baseadas em cálculos matemáticos (ou talvez tenham sido cálculos matemáticos baseados em pesquisas cientifi..."

Revista Partes - Colunistas: Excelência em Gestão!

Revista Partes - Colunistas: Excelência em Gestão!: "“Se você ainda quer que as coisas permaneçam como estão, já está na hora de você mudar de opinião!”. (Giuseppe di Lampedusa) A empresa que..."

Revista Partes - Colunistas - Pedro Coimbra: Sua última chance

Revista Partes - Colunistas - Pedro Coimbra: Sua última chance: "Pedro Coimbrappadua@navinet.com.br Lidinho, um presepeiro de marca maior e grande frasista era quem melhor definia o Distrito de Pau de Fe..."

Revista Partes - Colunistas - Adilson L. Gonçalves: O Brasil das urgências

Revista Partes - Colunistas - Adilson L. Gonçalves: O Brasil das urgências: "Em termos de gestão, há um jargão que afirma: “Quando tudo é urgente, nada é urgente!”.Mas o que é uma situação de urgência? Geralmente ..."

quarta-feira, 2 de março de 2011

SIM! "LIVRO E DANÇA" !!!!! "BLOCO DOS MELHORES LIVROS DE LITERATURA INFANTIL"


A nossa postagem é em homenagem aos livros de literatura infantil
que tiveram destaque para as escolas, professoras, alunos e familiares, após o trabalho de divulgação com o PROJETO DE LEITURA CRIANÇA FELIZ!
*
Cada um dos volumes é rico na elaboração psicopedagogicamente desenvolvida
para despertar a aprendizagem, teatrinhos, dinâmicas diversas em sala de aula, além de ser um presente bem especial quando se trata de literatura para a criança!
*



Revista Partes

http://www.partes.com.br/2017/11/01/poema-fora-de-moda/ Poema Fora de Moda Gilda E. Kluppel No vestuário comercial calças de boca de sino...