domingo, 30 de setembro de 2007

Feira do Livro de Curitiba



PROGRAMAÇÃO DO CURITIBA LITERÁRIA
(Escritor homenageado Valêncio Xavier)


Dia 04/11/07
– Abertura do evento Curitiba Literária na Ópera de Arame
Espetáculo musical a definr
Exposição sobre a obra do escritor Valêncio Xavier

Oficinas
De 05/11 a 09/11 – Oficina de Prosa com o João Silvério

Mesas

Eixo Literatura Hoje
Horário 14h00
05/11 – Literatura on line com – Sérgio Rodrigues
Edson Cruz
André Cardoso
Mediação: Paulo Krauss

06/11 – Encontro de gerações com – Ignácio de Loyola Brandão
Daniel Galera
Mediação: Ricardo Sabbag

07/11 – Literatura de Ficção Científica e Literatura Policial –
Roberto Causo
Nome a confirmar
Mediação: Nelson de Oliveira

08/11 – Oficinas de Criação Literária – José Castello
- Raymundo Carreiro

09/11 – Tema a definir – Reginaldo Ferréz
- José Carlos Fernandes
Mediação: nome a definir






Eixo Núcleo de Literatura Paranaense –
Tema Núcleo de Literatura Paranaense
Horário 16h00

05/11 – Estrela Ruiz e Carlos Machado Junior
Mediação: Glória Kirinus

06/11 – Assionara Souza e Marcelo Sandmann
Mediação: Glória Kirinus

07/11 – Lindsey Rocha e Luiz Felipe Leprevost
Mediação: Joanita Ramos

08/11 – Greta Benitez e Amarildo Anzolin
Mediação: Joanita ramos

09/11 – Adélia Woellner e Otto Winck
Mediação: Joanita Ramos


Eixo Grandes Encontros
Horário 19h00

05/11 – Tema Leitura – David Toscana (México)
Eric Nepomuceno (Brasil)

06/11 – Etno Poesia – Jerome Rothemberg (EUA)

07/11 – Mercado Editorial – Luciana Villas Boas (Editora Record)
- Júlio Silveira (Editora Casa da Palavra)
- Augusto Massi (Editora CosacNaify) Mediação: Irineu Neto

08/11 – Literatura, TV e Cinema – Marçal Aquino
- Márcio Souza
- Mediação: Paulo Camargo

091// - Tema a Definir – Efrain Medina Reyes (Colômbia/Itália)
Ignácio Padilha (México)
Mediação: Joca Terron (Brasil)

segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Algo a Dizer

Camaradas,
seguem alguns informes...

Algo a Dizer
Está de volta o jornal de cultura e política Algo a Dizer (www.algoadizer.com.br), que circulou entre 1987 e 2002, inicialmente no circuito universitário e, a partir de 1993, em tiragens maiores, vendido em bancas de jornal. Dirigido por Marcelo Barbosa e Kadu Machado, por suas páginas passou gente de grande valor, conforme atesta o Histórico assinado por Áurea Alves (http://www.algoadizer.com.br/historico.htm). O primeiro passo/edição desta retomada já se encontra na rede, e me orgulho de fazer parte da atual equipe, neste primeiro número colaborando com resenha do (péssimo) filme "Primo Basílio", de Daniel Filho, assinada por mim (versão Gustavo Dumas) e pela atriz e dublê de articulista nas horas pouco vagas Ana Cecília Azevedo. A resenha, intitulada Ode involuntária à estupidez ridiculariza Eça de Queiroz, pode ser acessada diretamente em http://www.algoadizer.com.br/edicao_01/cinema.htm .

Bienal do Livro
Estarei representado na XIII Bienal do Livro, que acontece até 23 de setembro, no Riocentro, mais uma vez pelo nosso queridíssimo Idade do Zero (Escrituras Editora, 2005), que poucos, muito poucos, abundantemente poucos indivíduos no universo ainda não tiveram a oportunidade de ler! Quem ainda se interessar pode encontrar um dos últimos 500 ou 600 exemplares do livro na Distribuidora Loyola, localizada no Pavilhão Azul, Estande 150/180.

Agendas 2008
Tão logo as tenha em mãos e em condições de venda, divulgarei duas agendas em que constarão poemas meus (ou trechos de). Tratam-se das agendas da Escrituras (www.escrituras.com.br), editora do Idade do Zero; e do PSTU (www.pstu.org.br), partido do qual não faço parte, mas cuja corrente sindical tem sido uma aliada leal nas lutas pelo sindicato do qual sou diretor de imprensa (até outubro), o Sindpd-RJ. Desde já as recomendo!

Minhas saudações,
Zeh Gustavo.

sexta-feira, 14 de setembro de 2007

A sociedade do espetáculo em debate


Conceitos a respeito da sociedade do espetáculo e seus vínculos com a teoria crítica da comunicação serão discutidos nos dias 5 e 6 de outubro durante o II Seminário Comunicação e Sociedade do Espetáculo, na Faculdade Cásper Líbero. O evento, promovido pelo Programa de Pós-Graduação – Mestrado em Comunicação da mesma faculdade, é gratuito e voltado para professores, estudantes e profissionais de comunicação.
Outros temas a serem analisados são os desdobramentos da sociedade do espetáculo na prática jornalística, nas esferas da política e da comunicação pública, na cultura de consumo e do narcisismo, e nas relações entre o sagrado e o profano.
As discussões do Grupo de Estudos da Comunicação na Sociedade do Espetáculo, coordenado pelo prof. dr. Cláudio Novaes Pinto Coelho, têm como objetivo investigar as características dos processos comunicacionais no contexto dessa sociedade – de acordo com Guy Debord, na atual fase da sociedade capitalista há um imenso acúmulo de imagens, que dá origem à sociedade do espetáculo, pois as relações sociais e econômicas são estabelecidas com a mediação das imagens. O grupo de estudos publicou em 2006 o livro Comunicação e sociedade do espetáculo, pela Editora Paulus.O seminário acontece no dia 5 de outubro, das 18h30 às 22h30, e no dia 6, das 9h às 16h15, na Faculdade Cásper Líbero, à Av. Paulista, 900, 5º andar, Sala Aloísio Byondi (São Paulo - SP). Inscrições gratuitas pelo site da faculdade. Vagas limitadas. Serão emitidos certificados para participantes de, no mínimo, três mesas.


PROGRAMA DO II SEMINÁRIO COMUNICAÇÃO E SOCIEDADE DO ESPETÁCULO
5 de outubro (sexta-feira)

18h30 – Credenciamento

19h – Abertura do evento – prof. dr. Laan Mendes de Barros, coordenador da Pós-Graduação

19h10 – Mesa-Redonda A atualidade da Teoria Crítica – Moderador: prof. dr. Cláudio Novaes Pinto Coelho•

Marcuse e a crítica do pensamento único – Fábio Cardoso Marques

• Fredric Jameson e a permanência da Teoria Crítica no pós-moderno – Gilberto da Silva

• Althusser e a atualidade da questão da hegemonia – Rodrigo de Carvalho

20h10 – Debate21h – Intervalo

21h10 – Mesa-Redonda A cultura de consumo e do narcisismo – Moderador: prof. dr. Dimas Kunsch• Consumo e narcisismo na feira da Praça Benedito Calixto – Solange Whitaker Verri• As revistas semanais de informação e a questão da subjetividade na cultura do narcisismo – Antonio Luiz Gonçalves Jr.

21h50 – Debate

22h30 – Encerramento




6 de outubro (sábado)

9h – Credenciamento

9h30 – Mesa-Redonda Perspectivas do jornalismo contemporâneo – Moderadora: profª drª. Dulcília Buitoni• Mediação e crise do paradigma do jornalismo – Carlos Sandano• Notas sobre o jornalismo contemporâneo: a pauta ferida de morte? – Gabriel Kwak• Jornalismo e ensino de jornalismo na atualidade: buscando alguns caminhos – Nancy Nuyen Ali Ramadan

10h30 – Debate

11h10 – Intervalo

11h20 – Mesa-Redonda Política e comunicação pública na sociedade do espetáculo – Moderador: prof. dr. Sérgio Amadeu

• A supremacia do mercado na política e os movimentos sociais emergentes na América Latina – Katia Saisi

• Cidadania virtual: o espetáculo do governo eletrônico – Gilda Maria Azevedo Alves dos Anjos e Vanderlei de Castro Ezequiel

• Governança pública e a mercantilização da cultura – Ethel Shiraishi Pereira12h30 – Debate

13h15 – Intervalo para almoço

14h30 – Mesa-Redonda O sagrado e o profano na sociedade do espetáculo – Moderador: prof. dr. José Eugênio de Menezes

• Cidade de Aparecida: entre o templo da fé e o novo templo de consumo – Patrícia Ma Garib•

O sagrado e o profano: do ritual religioso ao espetáculo midiático – Jaime Carlos Patias•

O ser sagrado e o estar sagrado na sociedade contemporânea – Marlene Fortuna

15h30 – Debate

16h15 – Encerramento

quinta-feira, 6 de setembro de 2007

Colunista da Revista Partes estará presente na Bienal do Livro do Rio de Janeiro


Escritores independentes unem forças para mostrar suas caras – e capas – na XIII Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro.
Integrada ao grupo, a carioca de coração mineiro Maria Luiza Falcão (colunista de Partes) estará presente, mais uma vez falando de Minas. Em sua primeira participação numa bienal (2005), a autora levou seu primeiro romance, “Afonso – um brasileiro das Minas Gerais” –, livro responsável por sua decisão posterior de mudar-se para solo mineiro. Agora, em 2007, chega a vez de “Minas, contos Gerais 1”, que traz o conto Olívia, ambientado também no estado.


“Escritores independentes” são aqueles que acreditam no seu trabalho e se dispõem a enfrentar este tão congestionado universo literário. Mesmo sem contar com facilidades ou apoio, despojados e corajosos, eles – e elas - carregam literalmente seus livros nas costas, batendo de porta em porta, buscando um espaço nas livrarias e pontos de venda.


Solidárias a estes “mascates das letras”, a APPERJ e a OFICINA Produções Literárias, Artísticas e Culturais Ltda (oficinaeditores com sua proposta de Livro por Demanda), decidiram adquirir um estande em sistema de cooperativa e assim – só assim – viabilizar a presença destes escritores na Bienal.


Saiba mais sobre os autores, datas e horários dos lançamentos, e sobre o projeto Livro por demanda no www.oficinaeditores.com.br.

XIII Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro

Data: 13 a 23 de setembro de 2007

Local: Riocentro

Avenida Salvador Allende, nº 6.555 - Barra da Tijuca - Rio de Janeiro - RJ
Contatos:

oficinaeditores@oficinaeditores.com.br

apperj@apperj.com.br
(21) 3328-4863

Revista Partes

http://www.partes.com.br/2017/11/01/poema-fora-de-moda/ Poema Fora de Moda Gilda E. Kluppel No vestuário comercial calças de boca de sino...