sábado, 29 de agosto de 2009

29 de agosto é DIA DO LIVRO


Desliga dos Blocos faz Bloqueata neste domingo no Centro

 
Desliga dos Blocos faz Bloqueata neste domingo no Centro

O 1º Bailão Pró Carnavalesco da Cidade do Rio de Janeiro acontece neste domingo, 30 de agosto, às 14h, na Praça XV, Centro do Rio de Janeiro. A ideia é combater as medidas pretensamente moralizadoras do prefeito Eduardo Paes, que na verdade parece querer é doutrinar o Carnaval feito pelo nas ruas. A iniciativa partiu do Boi Tolo e conta com a adesão de integrantes de blocos como o Fubá, o Devassos da Cardeal e o extinto Se Melhorar Afunda. O Terreiro de Breque apoia também o evento e estará presente, instrumentos e vozes, no Bailão. Segue texto dos organizadores:

"A gente não quer promover bagunça, mas o excesso de normatização pode acabar com a espontaneidade dos blocos de carnaval do Rio de Janeiro. Queremos cair na folia com o povo no meio da rua, cantar hinos e marchinhas a plenos pulmões, criar nossos roteiros ao sabor do acaso e da vontade dos participantes, estimular o livre dançar e aproveitar a melhor época do ano na cidade do Rio. E principalmente, queremos ter assegurar a liberdade de ter idéias novas e colocá-las em prática na véspera do carnaval. Estipular
que 31 de agosto é a data final para regulamentação dos blocos de carnaval é um contra-senso – afinal, boa parte da graça de pular em blocos consiste no inusitado de idéias que podem surgir no calor do verão, em meio aos ensaios e batucadas de esquenta".

 

Para domingo, o tema será a letra de "Rádio Patrulha" (José Dias/Marcelino Ramos/Silas de Oliveira) modificada pelo Terreiro de Breque em agravo ao nosso prefeito mauriçola e em homenagem ao Boi Tolo:

 

"Se o choque de ordem chegasse aqui agora
Seria uma grande vitória
Ninguém poderia correr

Agora que eu quero ver
Quem é Boi Tolo não pode correr"

 

 

Lembrete: amanhã tem Terreiro na Tiradentes

 

E o Terreiro de Breque está confirmadíssimo amanhã, 29, na Praça Tiradentes, no salão de sinuca Bilhares Guanabara (Rua D. Pedro I, 7 – em frente ao Teatro Carlos Gomes, a partir das 21h, com entrada franca.

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão

Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão
é focado nos estudantes de jornalismo

O Instituto Vladimir Herzog junto com o Sindicato dos Jornalistas no Estado de São Paulo lança o Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão focado nos estudantes de jornalismo. Os dois melhores projetos de pauta serão premiados com a execução da matéria custeado pelo Instituto e seus parceiros que terão ainda a participação de um tutor - jornalista consagrado que irá acompanhar o desenvolvimento da matéria. As inscrições vão de 22 de agosto à 02 de outubro de 2009 e podem ser feitas pelo site do Instituto:http://www.vladimirherzog.org


Uma oportunidade para os futuros jornalistas!!!

O Instituto Vladimir Herzog irá custear os melhores projetos de pauta jornalística dentro do tema da missão do instituto:
"Garantir o Direito à Justiça e o Direito à Vida"

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Museu do Futebol exibe o filme 1958 - O Ano em que o Mundo descobriu o Brasil

Museu do Futebol exibe o filme 1958 – O Ano em que o Mundo descobriu o Brasil

A exibição faz parte do programa Cinema no Museu, que tem entrada gratuita e acontece na última sexta-feira do mês.

No dia 28 de agosto, sexta-feira, o Museu do Futebol - instituição do Governo do Estado de São Paulo, localizado no Estádio do Pacaembu – dá sequência ao programa "Cinema no Museu". Para este mês, o filme escolhido é 1958 – O Ano em que o Mundo Descobriu o Brasil de José Carlos Asbeg.

O filme conta a história do primeiro título mundial do futebol brasileiro. Para o bate-papo estão confirmadas as presenças do diretor José Carlos Asbeg e do jogador da seleção de 58, Dino Sani. A sessão acontece às 18h30 no Auditório Armando Nogueira e o bate-papo logo após a exibição.

Lançado em 2007, o longa mostra a história da conquista brasileira contada pelos próprios protagonistas, como Didi, Zagallo, Nilton Santos, Zito, Dino, Pepe, Moacir, Djalma Santos, Mazolla e Índio. Traz também entrevistas com João Havelange, João Máximo e Luiz Carlos Barreto.

As exibições acontecem mensalmente, sempre na última sexta-feira, e com entrada gratuita. As sessões são seguidas de bate-papo com atores, diretores e personalidades envolvidas com o tema.

O programa Cinema no Museu busca levar ao público filmes que tenham o futebol como pano de fundo ou tema central.  Uma maneira de mostrar como o esporte é retratado no cinema e promover discussões com atores, diretores etc. Para as próximas edições, filmes nacionais de grande sucesso já foram selecionados como Fiel e o O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias.

 

Sobre o Museu do Futebol - o Museu do Futebol é uma organização social vinculada à Secretaria de Cultura do Governo do Estado. Sua realização se deu com recursos do próprio Governo do Estado e da Prefeitura de São Paulo – por meio da Secretaria de Esportes e da São Paulo Turismo – a partir do projeto concebido pela Fundação Roberto Marinho em parceria com Telefônica, AmBev, Visanet, Santander e Rede Globo, sob os auspícios da Lei Federal de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura.

 

Programação completa:

28/08

Filme: 1958 O ano em que o mundo descobriu o Brasil

Horário: 18h30 (senha a partir das 18h)

Convidados: José Carlos Asbeg e Dino Sani

 

25/09

Filme: Fiel

Horário: 18h30 (senha a partir das 18h)

Convidados: Marcelo Rubens Paiva e Serginho Groisman

 

30/10

Filme: O ano em que meus pais saíram de férias

Horário: 18h30 (senha a partir das 18h)

Convidados: Tatiana Stepanenko

 

Serviço:

Cinema no Museu – 1958 – O Ano em que o Mundo Descobriu o Brasil

Data: 31/07, sexta-feira

Local: Auditório Armando Nogueira (Museu do Futebol – Praça Charles Miller, s/n)

Sessão: 18h30 (duração: 88 min)

Bate-papo: com José Carlos Asbeg e Dino Sani

Site: www.museudofutebol.org.br

Telefone: (11) 3663-3848

 

*Entrada gratuita para a sessão de cinema e com distribuição de senhas 30 minutos antes.

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Bienal do livro em Curitiba

 


Evento curitiba - parte 2

 

Desfile Comemorativo ao 159º Aniversário de Blumenau

(por Ana Marina Godoy)
 
A setembrina e catarinense Blumenau já está tendo os preparativos para os festejos de seu aniversário no melhor estilo blumenauense:
 
Serviço: Desfile Comemorativo ao 159º Aniversário de Blumenau

Onde: Rua XV de Novembro

Quando: Dia 2 de Setembro de 2009

Horário: 09:00h

Parabéns para a bela, charmosa e, apesar de delicada e caprichosa em suas construções, guerreira quando necessário.
Muita vida e muitos anos de vida!
São os votos de todas as PARTES do Brasil!
 
 
 

Conferir "A Alegria de Atender - Curso de Atendimento ao Cliente com desconto para os membros Revista Partes" em Revista Partes

Revista Partes
A sua Revista Virtual
Gilberto da...
Conferir 'A Alegria de Atender - Curso de Atendimento ao Cliente com desconto para os membros Revista Partes'
Aproveitem leitores e membros da revista Partes
Link:
A Alegria de Atender - Curso de Atendimento ao Cliente com desconto para os membros Revista Partes

Sobre Revista Partes
Espaço dedicado especialmente para o leitor e colaborador da Revista Virtual P@rtes. Entre, opine, faça sua crítica e se relacione..
Revista Partes 28 membros
46 fotos
 
Para controlar os emails que você receberá em Revista Partes, clique aqui

Venha participar da Rede Social da Revista Partes!

www.revistapartes.ning.com
Entre em Revista Partes no Ning!
A sua Revista Virtual
Gilberto da...
Venha se juntar a mim em Revista Partes

- Gilberto da Silva
Sobre Revista Partes
Espaço dedicado especialmente para o leitor e colaborador da Revista Virtual P@rtes. Entre, opine, faça sua crítica e se relacione..
Revista Partes
Blogs
Eventos
Tópicos
Música
Fotos
Vídeos
Para controlar os emails que você receberá em Revista Partes, clique aqui

Poema: Fechando os olhos

 

 

Fechando os olhos

 

Fecho os olhos pra não ver passar o tempo

Muitos me chamariam de cego

Pois estarei deixando de ver a verdade

Que esta bem a minha frente

Afinal do que adianta ver

Se nada posso resolver

Apenas quero tentar

Disfarçar o meu triste olhar

Que com o silencio de vento

Discretamente vem a se fechar

Ao mesmo tempo sinto – me

Como se fosse a morte

Andando em um caminho sem razão e sem sorte

Sei que com o tempo os meus olhos vão se abrir

E perceber que ainda me encontro aqui

Em um tempo perdido

E ate o meu sorriso se encontra abatido

Pois a falta do meu olhar

Fez com que eu me contentasse com tão pouco

E deixasse de reclamar

Então descobri que a critica

Era a razão da minha vida

Pois o que não esta bom

Eu tenho que mudar

E pelo menos sonhar pra nunca desistir de lutar

Hoje com o olhar caído

Ando em um mundo colorido

Mas mesmo assim me vejo sem motivo

Ate mesmo para estar vivo

Sei que agora estou derrotado

Mas ainda tenho a esperança ao meu lado

E algum dia vou ver o meu sonho realizado

Giordano Zaguini Furtado é poeta em Itajai

e-mail giordanozf@hotmail.com

 

 

Lançamento de livro

 

sábado, 22 de agosto de 2009

Testando seu desânimo

Antonio Brás Constante

Eterno Aprendiz de Escritor.

TESTANDO SEU DESÂNIMO

(Autor: Antonio Brás Constante)

 

O desânimo é aquela sensação que mais parece à falta de todas as outras. É como se os nossos sentimentos de alegria, força de vontade, ânimo, inspiração, etc. tivessem saído de dentro de nós para ir tomar um lanche lá na esquina da vida e esquecido de voltar. Ou seja, pode-se dizer que estar desanimado, é estar com o estoque vazio de sentimentos.

 

Ele gruda em nós feito um carrapato, drena nossa força de vontade tal qual uma sanguessuga e incomoda mais que barulho de mosquito em acampamento de verão, sem falar que é mais chato que propaganda política.

 

Em uma primeira analise, o desânimo é visto como uma mescla de preguiça, cansaço e sono, mas isto não é totalmente verdade, pois para todos estes, uma cama macia acompanhada de uma boa noite de sono resolvem o problema. Já no caso do desânimo, não. Até para descansar nos sentimos desanimados.

 

Quando estamos no serviço e encontramos alguém nesta situação, verificamos que ele parece distraído, parado, contemplativo. Como se estivesse em contato cósmico com o núcleo de algum universo invisível. Mas, ao invés disso, está apenas tomado de um imenso vácuo existencial. Sem vontade de ficar no emprego ou mesmo de ir embora, pois para esse tipo de mal, qualquer lugar acaba servindo para que aquele pobre "montinho humano" onde está hospedado, fique em total estado de marasmo absoluto.

 

Este sentimento não escolhe lugar, profissão ou idade. Pode acontecer com um político (nesses casos geralmente quem fica tomado de desânimo é a platéia em meio aos seus discursos), ou mesmo com um mero escritor, buscando inspiração para falar desse assunto tão desanimador.

 

Pessoas com stress ou com depressão, tendem a conviver de forma mais íntima com o desânimo dentro de si. É como se fosse uma pedra gigantesca amarrada aos seus tornozelos puxando-as cada vez mais para o fundo de seus males.

 

Nos dias de hoje, mesmo com toda concorrência acirrada pela qual passamos, o desânimo se torna cada vez mais constante em nosso mundo. Causado pela falta de perspectiva em nossas vidas. Nos colocando em uma caixinha de melancolia, que aos poucos vai se apertando e nos sufocando, tirando totalmente nossa vontade de viver.

 

Mas não se preocupe, com certeza você não está se sentindo assim. Pessoas com desânimo não gostam de ler, principalmente se a leitura for de textos que falem sobre este assunto. Parabéns, você passou no teste.

 

SOBRE O AUTOR: Antonio Brás Constante se define como um eterno aprendiz de escritor, amigo e amante da musa inspiração. Lançou recentemente o livro: "Hoje é seu aniversário – PREPARE-SE", disponível pela editora AGE (www.editoraage.com.br). E-mail de contato: abrasc@terra.com.br

poema

 

 

VIDA

Dhiogo Jose Caetano

Graduando da UEG-Universidade Estadual de Goiás

 

 

A cada momento da minha vida um novo

Passo e um caminho novo

Para a felicidade, ou seja, um novo mundo escuro e branco.

Que pode ser modificada graça ao poder do Deus e a força

Do pensamento humano.

 


dhiogocaetano@hotmail.com

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

poema


 

MEU DIA

 

 

 

São dez horas da manhã e me sinto tão perdido; tão sozinho mesmo no meio de uma multidão que não me olha como um ser humano. O meu coração, meu peito e minha alma gritam de dor.

 

Acho que não sou nada para as pessoas que me maltratam sem amor, desprezando e jogando eu para fora do mundo.

 

Eu entro para o meu quarto sem olhar para trás, porque tenho medo de estar ferindo alguém mesmo sem querer.

 

Estou só, mas a solidão é protetora e amiga que transporta meu corpo deste mundo de corrupção, levando minha alma para um passeio sem volta e sem fim indo para um mundo escuro, sem luz, sem vida onde minha alma morre.

 

  

 

Dhiogo Jose Caetano

Graduando da UEG-Universidade Estadual de Goiás


dhiogocaetano@hotmail.com!

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

DIA DO SOLDADO :) "25 DE AGOSTO É DIA DO SOLDADO!"











VOLTA ÀS AULAS

APÓS A PARALISAÇÃO DAS AULAS DESENCADEADA PELA PANDEMIA DA GRIPE SUÍNA, DIA 17 DE AGOSTO FOI PARA A MAIORIA DOS ESTABELECIMENTOS DE ENSINO A DATA OFICIAL DE RETORNO ÀS ATIVIDADES.
CUIDADOS QUANTO A HIGIENIZAÇÃO DAS MÃOS COM ÁLCOOL GEL,
AMBIENTES VENTILADOS, COBRIR A BOCA PARA TOSSIR OU ESPIRRAR, ESTÃO SENDO BASTANTE DIVULGADOS ENTRE PROFESSORES E ALUNOS.
TODA A POPULAÇÃO DEVE CONTINUAR ATENTA PARA OS SINTOMAS GRIPAIS, PRINCIPALMENTE REVELADOS POR FEBRE E DOR DE CABEÇA.
PARA RECUPERAR O ANDAMENTO DAS AULAS ALGUMAS INSTITUIÇÕES ADAPTARAM SITES DISPONIBILIZANDO INFORMAÇÕES PEDAGÓGICAS E O PROFESSORADO DEVE ESTAR CONSCIENTE DA NECESSIDADE DE MAIOR MOTIVAR OS DIAS LETIVOS.

*
TENHAM TODOS UM EXCELENTE RETORNO!

_______________

domingo, 16 de agosto de 2009

Meus cadernos desenhados: folhas lisas ou em linhas. Um retrato do meu amor, um ursinho e uma flor... TE AMO!







 
 

 

Os ursinhos mais fofinhos


para enfeitar os seus trabalhinhos!








.












 
 
 
 
(...) meus cadernos desenhados:

folhas lisas ou em linhas.

Um retrato do meu amor,

um ursinho e uma flor...

TE AMO! 

 

TE AMO! 

 
TE AMO! 
PARTES   MIRIM




Revista Partes

http://www.partes.com.br/2017/11/01/poema-fora-de-moda/ Poema Fora de Moda Gilda E. Kluppel No vestuário comercial calças de boca de sino...